Por pbagora.com.br

Após divulgar a 3ª avaliação de classificação dos municípios e, consequentemente, liberar a flexibilização de alguns setores da economia o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, alerta que todo relaxamento de medidas de distanciamento social deverá trazer aumento no número de casos de contaminação pelo novo coronavírus (covid-19).

De acordo com Geraldo Medeiros, é preciso que haja o cumprimento dos protocolos estabelecidos para cada setor. Segundo ele, o cidadão paraibano também precisa manter os seus cuidados pessoas, já que o momento exige a retomada da economia e ainda não há uma vacina para conter a doença.

“A vacina vai demorar, é o único meio de controlar esse vírus. Então, por isso, faremos uma intensa campanha na próxima semana de conscientização e de obediência de protocolos para que tenhamos um aumento de casos, mas de forma controlável. Não poderíamos ficar todo fechado, isso é lógico. A Paraiba tem conseguido o objetivo de não sofrer colapso da rede”, explicou o secretário.

Ainda de acordo com Geraldo Medeiros, o intuito do poder público é continuar, mesmo com a flexibilização, garantindo a todo o paraibano o acesso a leitos hospitalares caso precisem.

“Não adianta se iludir. Qualquer flexibilização implica daqui a 15 dias em um maior número de casos. O nosso objetivo é que possamos ter aumento de casos de uma maneira controlável sem haver o colapso da rede pública”, argumentou Medeiros.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraíba entra na 5ª etapa do ‘Plano Novo Normal’, mas Geraldo Medeiros descarta volta às aulas na rede estadual

Entrou em vigo a partis desta segunda-feira (10) a 5ª etapa do lano Novo Normal Paraíba, com medidas de flexibilização diante da pandemia da covid-19. Mesmo com todos os alertas,…

Oito linhas de ônibus recebem reforço nesta segunda na capital

Oito linhas de ônibus recebem reforço com veículos extras, a partir de hoje (10), em João Pessoa. A Superintendência de Mobilidade Urbana da capital paraibana (Semob-JP), afirmou que a medida…