Por pbagora.com.br

Depois de muito estudo e preparação chega o dia de testar os conhecimentos. Duas provas serão aplicadas neste domingo (25), a do concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Companhia de Trens Urbanos (CBTU). 

 

Foram 259.136 candidatos inscritos para as 216 vagas para o cargo de agente administrativo (nível médio), foram 5.244 inscritos só na Paraíba, para apenas 4 vagas no estado e as demais para ampla concorrência.

 

Para as 40 horas semanais, um salário de R$ 2.043,17. O concurso vai ser realizado em todas as capitais do país e no Distrito Federal, das 15h às 18h30 (horário de Brasília). A validade do concurso será de 2 anos, podendo ser prorrogado uma vez pelo mesmo período.

 

O outro certame deste domingo é o da CBTU. Foram 16.638 inscritos na Paraíba para as 81 vagas para João Pessoa. O cargo que apresentou maior concorrência foi o de assistente operacional (controle de movimentos de veículos metroferroviários), que registrou 3.078 inscritos para cadastro de reserva; em seguida, vem o cargo de assistente operacional (operação de estação), que teve 1355 inscritos também para cadastro de reserva. 

 

Não será permitida, durante a realização das provas, a comunicação entre os candidatos nem a utilização de máquinas calculadoras e/ou similares, livros, anotações, impressos ou qualquer outro material de consulta, protetor auricular, lápis, borracha ou corretivo, bip, telefone celular, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, ipod, ipad, tablet, smartphone, mp3, mp4, receptor, gravador, máquina de calcular, máquina fotográfica, controle de alarme de carro, relógio de qualquer modelo etc.

 

O salário-base varia entre R$ 1.024,17 e R$ 3.515,58 para o nível médio, e R$ 1.444,94 e R$ 2.323,29, para o médio/técnico. No superior, os vencimentos vão de R$ 3.504,95 a R$ 5.087,42. Os empregados da CBTU recebem os seguintes benefícios: tíquete alimentação/refeição no valor de R$ 676,25, reembolso parcial de plano de saúde e previdência complementar. O concurso terá validade de dois anos, prorrogável por igual período. O regime de contratação será o celetista.

 

Redação

Notícias relacionadas

CNJ revoga liminar que obrigava audiências de custódia presenciais na PB

O Conselheiro Luiz Fernando Tomasi Keppen, do CNJ, acolheu os argumentos apresentados pelo Tribunal de Justiça da Paraíba e revogou a liminar que determinou que fossem realizadas audiências de custódia…

Cassandra Guimarães assume Delegacia-Geral da Paraíba

Com a nomeação do ex-Delegado-Geral da Polícia Civil, Isaías Gualberto, para a superintendência do Detran da Paraíba nesta quinta-feira (15), o cargo de chefia da polícia investigativa ficou com a…