Por pbagora.com.br

 A Promotoria de Combate aos Crimes contra a Ordem Tributária está realizando, desde a última terça-feira (7), na sede do Ministério Público em Campina Grande, um mutirão de mediação fiscal. Estão sendo realizadas cerca de 100 audiências de negociação extrajudicial objetivando a mediação e solução de conflitos relacionados a ilícitos tributários.

Participam das audiências, que estão programadas para ocorrerem até esta quinta-feira (9), os promotores de Justiça Renata Carvalho da Luz e Romualdo Tadeu de Araújo Dias, três mediadores do Ministério Público e quatro auditores fiscais.

A Promotoria de Justiça de Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária do MPPB foi criada há cerca de três anos com o objetivo de recuperar ativos no estado da Paraíba, coibir condutas lesivas ao Fisco, e servir como instrumento fomentador e gerador de subsídios para que o estado e os municípios possam desempenhar o seu papel primordial, que é a promoção do bem-estar social.

A Câmara de Mediação Fiscal foi instituída no âmbito da Promotoria Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária como mecanismo extrajudicial voltado à solução de conflitos, tendo como foco principal a mediação entre o contribuinte e o Estado.

 

Ascom

Notícias relacionadas

JP: CRM é notificado a apresentar documentos que comprovem práticas regulares de policlínica

Procedimento Preparatório instaurado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) em 2019 detectou irregularidades nos serviços prestados pela Policlínica das Praias, localizada na orla de João Pessoa. A Promotoria detectou, no…

MP vê indício de dano ao erário em obra paralisada de UBS em Bayeux

O ex-secretário de Saúde de Bayeux, Bruno Wanderley Ramos Monteiro, está sendo investigado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) por suposto dano ao erário do município em contratos para a…