Por pbagora.com.br

O Ministério Público da Paraíba sedia, a partir desta quinta-feira (24), a II Reunião Norte-Nordeste do Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas Promotor de Justiça Francisco José Lins do Rego Santos (GNCOC). A abertura do evento será às 9h00, no auditório do Hotel Verde Green, localizado na Avenida Tamandaré, na praia de Manaíra, com a presença do procurador-geral de Justiça da Paraíba, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, e do presidente do GNCOC, o procurador-geral de Justiça de Santa Catarina, Gercino Gomes Neto. O evento, que acontece até a sexta-feira (25), reúne promotores de Justiça que atuam contra o crime organizado.

De acordo com o promotor de Justiça, Octávio Paulo Neto, organizador do encontro, participarão do evento 25 promotores de Justiça dos Estados do Norte-Nordeste, na tentativa de discutir e propiciar uma melhor atuação integrada no combate às organizações criminosas.

“Esta é uma reunião de trabalho, que tem como objetivo discutir assuntos entre promotores de Justiça que lidam contra o crime organizado em seus Estados. Vamos trocar ideias e experiências para traçar metas e melhor conduzir o combate a esse tipo de facção criminosa”, enfatizou promotor Octávio.

O GNCOC – Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas, grupo que congrega o Ministério Público brasileiro – foi criado em fevereiro de 2002, por iniciativa do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União. O grupo trabalha de maneira integrada com as polícias civil, militar, federal e rodoviária federal, ABIN (Agência Brasileira de Inteligência), receitas estadual e federal, Agência Nacional de Petróleo, entre outros órgãos.

Ascom MPPB

 

Notícias relacionadas

MPF denuncia internautas da PB por comentários racistas contra baianos

O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba denunciou à Justiça Federal dois internautas, residentes em Santa Rita (PB) e João Pessoa (PB), por praticarem discriminação e preconceito de procedência nacional,…

Moradores de Cabedelo danificam ferrovia e causam prejuízo à CBTU

A CBTU João Pessoa informa e alerta a população em geral que se configura crime, previsto no Código Penal, a destruição parcial da via férrea. Nessa quinta-feira (13), no período…