Por pbagora.com.br

Cerca de 200 profissionais em educação do município de João Pessoa tomaram as ruas do Centro da Capital, na tarde desta quinta-feira (16) para reivindicar melhorias salariais ao prefeito Ricardo Coutinho (PSB).

Com gritos de ordem, a exemplo de “Trabalhador na Rua, Ricardo a culpa é sua”, representantes do Sindicato dos Profissionais em Educação do Município de João Pessoa, reivindicaram, entre outras coisas, um reajuste de 20%, além de uma paridade salarial e um Plano de Cargos Carreiras e Salários.

A decisão de fazer o protesto foi tomada após Assembleia Geral, realizada na tarde de hoje no auditório do Lyceu Paraibano.

 

De acordo com o presidente do Sindicato dos Profissionais, Danilo de Assis, o reajuste reivindicado é corresponde ao aumento do FUNDEB praticado em beneficio da cidade de João Pessoa.

Assis relata que ainda fevereiro de 2009, a categoria encaminhou uma pauta de reivindicações que até o momento não foi atendida.

Caso não sejam atendidos, a categoria não descarta deflagrar greve nas escolas municipais de João Pessoa já no próximo dia 28 de abril, data em que será realizada uma nova Assembléia Geral da categoria. Na próxima segunda-feira (20), os profissionais de educação realizam uma paralisação.
 

PB Agora

Notícias relacionadas

Engavetamento entre quatro veículos é registrado nos Bancários

Na manhã desta terça-feira (26), um engavetamento envolvendo quatro veículos foi registrado na principal avenida do bairro dos Bancários, em João Pessoa. Por conta do sinistro o trânsito ficou lento…

Caminhão tomba por cima de carro e deixa trânsito lento em JP

Um susto na estrada. Um caminhão tombou por cima de um carro, na manhã desta terça-feira (26), em um trecho da BR-230, em João Pessoa. Por sorte não houve vítimas,…