A equipe de fiscalização da Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon –Patos), realizou, nesta quarta-feira, 6 de dezembro, uma operação junto as distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), popularmente conhecido como gás de cozinha.

 

O objeto da fiscalização foi verificar se as distribuidoras de GLP estavam aumentando o valor do botijão de 13 kg, antes de receberem os novos estoques com o valor reajustado de 8,9% autorizado pela Petrobrás na última terça-feira, 5 de dezembro. O valor médio do botijão para o consumidor saltou de R$ 55,74 na primeira semana de janeiro para R$ 65,64 no início de dezembro.

 

Na oportunidade, a equipe do Procon solicitou as notas fiscais de aquisição dos  produtos para averiguar se os produtos tinham sido adquiridos com o valor reajustado ou se eram de compras anteriores que estavam estocados. Caso isso se comprovasse, estaria sendo infringido o Código de Defesa do Consumidor e o Procon tomaria as devidas providencias.

 

“A população de Patos pode ficar tranquila que o Procon Municipal está sempre vigilante, quanto as suas atividades, e informamos que se vocês tiverem alguma denúncia que constate algum aumento abusivo, ou qualquer outra prática que venha ferir o seu direito faça sua denúncia junto ao Procon que nós iremos apurar”, afirmou o secretário do Procon Municipal, Bruno Maia.  

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ATÉ OS VIRTUOSOS MERECEM LIMITES!

Não se fala em outra coisa que não seja a votação e aprovação pela Câmara dos Deputados na noite da quarta-feira (14/8) do projeto de lei que atualiza a Lei…

HABIB’S Bancários anuncia novos projetos e melhoria no cardápio

Novidade no mercado de alimentação da cidade de João Pessoa. A unidade HABBI’S do Bancários tem crescido tendo no gosto popular do bairro e arredores que está anunciando uma série…