A Paraíba o tempo todo  |

‘Previna-se’ fiscaliza 57 comércios em JP, Cajazeiras e São João do Rio do Peixe

Foto: divulgação / Procon-PB
CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O Procon Estadual da Paraíba esteve na última semana fiscalizando 57 estabelecimentos comerciais localizados nas cidades de João Pessoa, Cajazeiras e São João do Rio do Peixe. Ação conjunta com a Vigilância Sanitária Municipal, Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e Corpo de Bombeiros verificou se os bares, restaurantes e o comércio em geral estavam cumprindo fielmente os decretos sanitários vigentes no Estado de combate à Covid-19, como também sobre os direitos consumeristas.

Em João Pessoa, a operação ocorreu entre os dias 19 a 22 deste mês e fiscalizou 18 estabelecimentos comerciais, destes, nove estabelecimentos foram orientados sobre o distanciamento entre a mesas e a cumprirem os decretos sanitários, um estabelecimento foi interditado e outros dois foram autuados por diversas irregularidades: O bar e restaurante Tardezinha Bancários; o estabelecimento Snackbar 83 (Cabo Branco); e o restaurante Terraço Manaíra.

Foto: divulgação / Procon-PB

FISCALIZAÇÃO NO INTERIOR PARAIBANO

Já a fiscalização na cidade de São João do Rio do Peixe ocorreu no último dia 18 e 7 estabelecimentos foram visitados: 3 foram autuados (2 bancos por não dispor de painel de chamada dos números devidamente adaptados e 1 Supermercado que não tinha o exemplar do Código de Defesa do Consumidor) e 2 estabelecimentos foram notificados para se adequarem às leis consumeristas.

Durante os dias 16 a 19 de agosto, foram realizadas fiscalizações na cidade de Cajazeiras totalizando 32 estabelecimentos visitados. No segmento bancário, apenas o Banco Bradesco e Nordeste estavam sem irregularidades. Caixa Econômica, Itaú, Banco do Brasil e Santander foram autuados pelo Procon Estadual por não disponibilizarem painel de chamada do número para atendimento, já os banheiros não estavam devidamente adaptados, como também houve a falta de aviso sobre a proibição do uso de celular na área do caixa.

Dos 16 postos de combustíveis fiscalizados na cidade, 3 foram notificados para se adequarem às leis estaduais, como a falta de inserção do endereço e telefone na nota fiscal e também a falta da exibição das formas de pagamento.

Dos 9 Supermercados visitados 2 foram notificados para se adequarem (informar data de validade conforme orientação do fornecedor, exibir formas de pagamento, inserir o telefone e endereço do Procon).

Por fim, um Comércio Varejista de roupas foi autuado por descumprimento da Notificação expedida anteriormente pelo Procon-PB, por falta de informação das formas de pagamento e telefone do Procon na Nota e por exigir parcela mínima, todas as práticas vedadas pelo CDC.

Para mais informações ou dúvidas, entre em contato através do WhatsApp (83) 98618-8330, ou disque 151 gratuito. Se preferir, visite nosso site: www.procon.pb.gov.br ou as redes sociais: Instagram ou Facebook e Twitter: @procongovpb.

Secom

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe