Os demais alvos da Operação Calvário que ainda se encontram presos, ingressaram junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) com um pedido de extensão da decisão do do ministro Napoleão Maia, que soltou o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), para outros presos na Operação Calvário.

O pedido está nas mãos da vice-presidente do Tribunal, a ministra Maria Thereza de Assis Moura, que julgará se permitirá ou não que os alvos passem o Natal com os familiares.

Ontem, a defesa do ex-secretário da Paraíba, Waldson Dias de Souza, ingressou no Superior Tribunal de Justiça (STJ) com um pedido de desistência sobre o processo em que pedia uma habeas corpus.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Garantia Safra mais de 18.291 agricultores familiares vão receber benefício na PB

O Garantia-Safra, criado em 2002, integra o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) tem como objetivo garantir a segurança alimentar de agricultores familiares que residam em regiões sistematicamente…

Empresários decidem não pedir abertura das lojas em Campina Grande

A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campina Grande (CDL-CG) , decidiu em reunião neste sábado (28), manter o comércio fechado em decorrência do avanço do novo coronavírus. Também participaram da…