O presidente estadual do PSOL da Paraíba, Tárcio Teixeira, lamentou as tentativas do presidente Jair Bolsonaro (PSL) em tentar fortalecer o ministro da justiça, Sérgio Moro, que está sendo alvo de investigação jornalística por parcialidade na Operação Lava Jato, sobretudo no que diz respeito aos processo que envolvem o ex-presidente Lula (PT).

As declarações do dirigente foram publicadas por Tárcio em texto divulgado nesta terça-feira (09).

CONFIRA O TEXTO NA ÍNTEGRA

A tentativa de Bolsonaro proteger Moro

Ao ir para a final da Copa América acompanhado do Juiz Sérgio Moro, o Presidente Bolsonaro mais se enfraquece do que fortalece a imagem do ministro. Quem ouviu as vaias no Maracanã sabe, as estatísticas de aprovação do Governo não estão muito diferentes da realidade.

Moro está sendo investigado não pela justiça (infelizmente), mas por uma rede de jornalistas que já comprovaram que os arquivos divulgados pelo The Intercept é verídico. Na revista desta semana tem mais denuncias contra Moro com conversas entre ele e Dallagnol envolvendo Eduardo Cunha, o que já ficou evidente que o ex-Juiz não era imparcial.

A máscara de Moro caiu, já está mais do que na hora dele pedir demissão do cargo de ministro da Justiça para que possa ser investigado e responder criminalmente pelos atos cometidos. Bolsonaro tentar acobertar o ministro deixa evidente que o atual governo não luta contra a corrupção, que isso foi uma falácia de palanque eleitoral, o que enfraquece ainda mais a imagem do Presidente que piora a cada dia que passa.

Ficam os questionamentos: até quando teremos que aturar um ministro da Justiça que não é justo e imparcial? Será que Bolsonaro está defendendo Moro ou impedindo que as investigações descubram que ele também possa estar envolvido?

Tarcio Teixeira
Presidente do PSOL/PB

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

UEPB está entre as instituições que pode reduzir participação no Sisu

Diversas universidades estaduais estão cogitando retirar vagas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), plataforma usada pelo Ministério da Educação (MEC) para ofertar vagas em Instituições Públicas de Ensino Superior usando as notas…

Concurso para Procuradoria do Estado terá 12 vagas e edital deve sair em novembro

O concurso público da Procuradoria-Geral do Estado da Paraíba terá 12 vagas para o cargo de procurador. A informação foi revelada pelo procurador-geral do Estado, Fábio Andrade Medeiros. Fábio Andrade…