A Paraíba é o primeiro estado brasileiro a receber o presidente da Finep, Waldemar Barroso, em visita institucional. Ele veio acompanhado do diretor de Desenvolvimento Científico Tecnológico, Wanderley de Souza, e do assessor de inovação Ricardo Rosa. Segundo o secretário executivo da Ciência e Tecnologia da Paraíba, Cláudio Furtado, a Finep é uma grande parceira em vários projetos junto ao Governo do Estado, por meio dos programas Tecnova, Centelha e projetos estruturantes como a Rede Paraibana de Alto Desempenho (Repad, rede de fibra óptica de dados).

A visita começou na quinta-feira (21) por Campina Grande, e encerrou nesta sexta-feira (22), em João Pessoa, com ida aos laboratórios da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). O secretário executivo da Ciência e Tecnologia da Paraíba, Cláudio Furtado, e o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba (Fapesq), Roberto Germano, acompanharam o presidente da Finep.

O objetivo foi analisar as condições dos laboratórios brasileiros e entrar em contato direto com os pesquisadores para direcionar o alvo de editais e iniciativas, conforme as necessidades. “O fato de o presidente da Finep estar na Paraíba representa a possibilidade de abrir novas parcerias institucionais”, afirmou Furtado.

Após dois dias de reconhecimento a institutos de pesquisa, universidades e laboratórios, Waldemar Barroso afirmou que leva da Paraíba uma convicção de que “estamos avançando em direção ao progresso”. Ele disse ainda que reconhece Campina Grande como um centro de tecnologia e inovação e se disse bastante impressionado com o potencial e o quanto os pesquisadores locais estão comprometidos com o desenvolvimento local.

O presidente da Fapesq, Roberto Germano, articula parceria da Finep no desenvolvimento de propostas e projetos voltados para a recuperação de áreas degradadas do Semiárido e outros voltados à sustentabilidade. “É importante que a Finep conheça a base de pesquisa e inovações implantadas no Estado e para futuras parcerias com o governo do Estado da Paraíba e com nossos centros de pesquisa. Ao conhecer a estrutura científica e tecnológica que temos e conhecer ações que já estão sendo desenvolvidas irá refletir no planejamento de políticas públicas, sobretudo voltadas para o meio ambiente”.

Na UFPB, a comitiva foi recebida pela Reitora, Margareth Diniz. Em seguida, Barroso falou para um auditório repleto de pesquisadores, quando revelou a baixa participação do Nordeste no programa SOS Equipamentos, destinado à manutenção e conserto de aparelhos.

Os laboratórios da UFPB chamaram a atenção, especialmente ao se constatar que em um deles, o Laboratório Multiusuários, são feitas análises de substâncias solicitadas por pesquisadores de vários estados, como Bahia, Pernambuco, Amapá, Ceará, entre outros. Isso demonstra que a universidade demonstra que tem uma visão social, em termos de resolver problemas da sociedade, e também uma visão regional, de compartilhar os seus meios com instituições de outros estados.

Programa de dessalinização será referência nacional – Dentre os projetos que conheceu em Campina Grande, Barroso destacou o programa de dessalinização da água. A comitiva esteve no Laboratório de Referência em Dessalinização (LABDES) e nas instalações do Centro de Testes de Tecnologias de Dessalinização (CTTD) que está sendo implantado em Campina Grande.

No CTTD serão testadas tecnologias de dessalinização e serão feitas avaliações do desempenho de unidades de dessalinização/purificação de águas salobras. A intenção é criar o Centro de Tecnologias de Água (CTA), onde serão feitas análises de água dessalinizada e testes com equipamentos dessalinizadores. “Estamos aqui para ver como são feitos os testes biológicos e químicos da água depois de dessalinizada, pois com esse projeto planejamos promover a meta de 100 dias do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Esse é o único centro com essas características no Brasil, e esse é o diferencial”.

Ainda em Campina Grande, a comitiva visitou o Insa, onde conheceu as instalações de pesquisa e as ações de tratamento de água para atender as necessidades da população do Semiárido. Barroso destacou a eficiência do laboratório multiusuário que funciona no Insa e afirmou que é uma solução a ser replicada em outros estados. Em seguida, o grupo conheceu o Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes), onde pode ver de perto os resultados inovadores dos materiais obtidos com a impressora 3D, principalmente na área de ortodontia.

O Nutes reúne várias especializações: engenharia elétrica, mecânica, medicina, computação, entre outras, com a finalidade de desenvolver produtos em benefício da sociedade. “Eu vi um processo de impressão em 3D de um crânio a partir do qual é possível fazer cirurgias de recuperação da face com ganho de tempo, de qualidade e propriedades específicas para cada caso. Saí satisfeito ao ver que a universidade trabalha com a indústria, com a sociedade e o centro de pesquisa está realmente promovendo, ao meu ver, a melhoria da qualidade de vida,” ressaltou Barroso.

Outro lugar visitado foi o Certbio – Laboratório de Avaliação e Desenvolvimento de Biomateriais do Nordeste, localizado no campus da UFCG, que atua no desenvolvimento e avaliação de biomateriais, desenvolvimento de produtos e avaliação tecnológica, reconhecido como Centro de Referência na Ciência e Engenharia de Biomateriais no país.

PB Agora

 

Em Campina Grande, acompanharam a comitiva da Finep na visita, Elias Medeiros, do Departamento de Projetos e Gestão do MCTIC, que está acompanhando o processo de implantação do CTTD na Paraíba, além do secretário executivo de Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba, Claudio Furtado, o presidente da Fapesq, Roberto Germano Costa, e a assessora do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTIC, Francilene Procópio Garcia.

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Famintos: justiça aponta mais votado de CG como articulador de fraudes

O vereador Renan Maracajá (PSDC), preso nesta quinta-feira (22), na segunda fase da Operação Famintos, foi apontado no despacho do juiz Vinícius Costa Vidor, da 4ª Vara Federal de Campina…

PMJP tem 120 dias para justificar excesso de contratações temporárias, diz TCE

As contas da Prefeitura Municipal de João Pessoa, relativas ao exercício de 2014, foram aprovadas, à maioria, pelo Tribunal de Contas do Estado, em sessão ordinária na manhã desta quarta-feira…