Por pbagora.com.br

O engenheiro Alfredo Nascimento, atual presidente da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), informou em entrevista ao portal PB Agora na manhã de hoje (03), durante solenidade de posse no Palácio da Redenção, em João Pessoa, que uma de suas primeiras ações será um encontro de contas entre a Companhia e a Prefeitura Municipal de João Pessoa. A operação financeira está prevista ainda para a primeira quinzena do mês de agosto.

Durante a reabertura dos trabalhos na Câmara Municipal de João Pessoa na última semana, o vice-prefeito da Capital, Luciano Agra, teceu duras críticas à Cagepa e declarou que o grande problema de buracos existentes nas principais vias da cidade é de inteira responsabilidade do órgão. O prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, ratificou as informações prestadas por seu vice e deixou claro que não investirá dinheiro do contribuinte pessoense em obras que cabem única e exclusivamente ao Governo do Estado.

Para Alfredo Nascimento, o inverno rigoroso é principal motivo do “desastre” nas ruas da Capital, mas a partir do mês de setembro, quando as chuvas diminuem e já realizado o encontro de contas entre Cagepa e Prefeitura da Capital, os trabalhos de recapeamento e recuperação das vias serão iniciados.

Posse

Alfredo declarou que não haverá grandes mudanças na Cagepa durante sua gestão. “Quero continuar o brilhante trabalho que vinha sendo realizado pelo então presidente Edísio Souto” disse Alfredo Nascimento.

Edísio Souto deixou a presidência da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba na última semana e será o novo procurador geral do Estado. Ele substituirá o também advogado Marcelo Weick, que deixa o cargo na PGE para assumir a Secretaria de Governo (antiga Casa Civil) do Estado.
 

Alfredo Nascimento disse ainda que não vê dificuldades em assumir a presidência do órgão, uma vez que já ocupou a pasta anteriormente.

“Acredito que desta vez será mais fácil, uma vez que conquistamos larga experiência em nossa gestão anterior”, declarou.

“Além de tudo, quero trabalhar com razão e deixar paixões políticas de lado”, refletiu.

Dívidas

Ainda durante a cerimônia de posse, o atual presidente da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) declarou que o órgão irá continuar a manter contato com os inadimplentes, no intuito de negociar e receber valores pendentes.

“Não queremos causar problemas ou inviabilizar trabalhos, mas é preciso que os devedores também tenham a iniciativa para que esta questão seja resolvida”, concluiu.

Atualmente, hotéis, hospitais, times de futebol e prefeituras são os maiores inadimplentes do órgão.

Thiago Moraes
 

Notícias relacionadas

Paraíba adotará cotas raciais na aplicação da Lei Aldir Blanc

Medida integra pacote de ações em prol da classe artística para enfrentamento da pandemia da covid-19 rabalhadoras e trabalhadores pretos e periféricos da cultura na Paraíba serão beneficiados com cotas…

Inmet emite alerta de chuvas intensas para 213 cidades paraibanas; veja quais

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou uma alerta amarelo de perigo potencial de chuvas intensas para 213 dos 223 municípios paraibanos. O aviso começou a valer às 11h30 desta…