A Paraíba o tempo todo  |

Prefeitura inicia aplicação da 2ª dose da vacina contra a covid-19 para moradores de rua

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Prefeitura de João Pessoa, por meio do Programa Consultório na Rua, vai iniciar, nesta quinta-feira (19), a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 para as pessoas em situação de rua da Capital. A imunização faz parte de uma ação em alusão ao Dia Nacional de Luta desta população, que acontecerá no Parque Solon de Lucena (Lagoa), em frente ao antigo Restaurante Popular, das 13h às 17h.

De acordo com a coordenadora do Consultório na Rua em João Pessoa, Luana Alves, mais de 800 pessoas deste grupo receberam a primeira dose do imunizante. “Vamos iniciar a aplicação da segunda dose em um ponto fixo e depois seguiremos vacinando de forma itinerante para que todos possam concluir o ciclo de imunização”, afirmou.

Além da vacinação, a atividade contará com atendimentos básicos de saúde, unidade odontológica móvel e atividades artísticas como capoeira, música e poesias. Os serviços disponibilizados durante a ação serão ofertados somente para as pessoas em situação de rua. “O objetivo é dar visibilidade a esta população e ao trabalho desenvolvido pelo Consultório na Rua. Por isso, as atividades artísticas serão executadas pelos profissionais e pelos próprios usuários”, destacou Luana Alves.

A atividade é uma parceria do Programa Consultório na Rua com o Caps Ad David Capistrano, Ruartes, Centro POP, Grupo Capoeira Angola Palmares, Casas de Acolhida e Rede de Proteção às Pessoas em Vulnerabilidade.

Consultório na Rua

Com o foco na reabilitação, o Consultório na Rua é formado por equipes multiprofissionais que realizam diversas formas de acolhimento de pessoas em situação de rua, em especial pelo uso de álcool e outras drogas, desenvolvendo ações integradas com outros serviços de saúde e assistência social.

A abordagem das equipes acontece de forma itinerante nas ruas, praças e outros locais públicos da cidade, onde os profissionais realizam procedimentos e atendimentos de enfermagem, psicologia, terapia ocupacional e assistência social, além de práticas de redução de danos e atividades de arteterapia com música e capoeira.

Da Redação com Assessoria

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      7
      Compartilhe