A Gerência de Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), realizou um trabalho preventivo com os passageiros no Terminal Rodoviário de Campina Grande, na noite da terça-feira (07), para identificar casos suspeitos de Covid-19. Os passageiros desembarcaram no ônibus da empresa Itapemirim e vinham das cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Apesar da linha ter saído com a lotação máxima de sua origem, apenas dez pessoas desembarcaram no terminal de Campina Grande, sendo oito adultos e duas crianças. Todos foram avaliados com os aparelhos termográficos, utilizados para aferir a temperatura corporal. Os passageiros também foram entrevistados pelos profissionais de saúde, que fizeram orientações sobre os sintomas da Covid-19 e informaram os locais de atendimento na cidade para os casos suspeitos e confirmados da doença.

De acordo com a gerente da Gevisa, Betânia Araújo, os técnicos do órgão também solicitaram os contatos telefônicos e endereços dos passageiros, que serão monitorados pela Secretaria de Saúde. “Vamos continuar acompanhando o desembarque desses passageiros vindos de outros estados para que possamos identificar sintomas suspeitos de Covid-19 e já recomendar o isolamento social ou acionar as equipes médicas para as pessoas com sintomas respiratórios”, explicou.

Em Campina Grande os casos suspeitos de adultos e gestantes, com sintomas de doenças respiratórias, estão sendo atendidos na UPA 24h Dr. Maia, no bairro Alto Branco. Já as crianças e adolescentes devem ser levados para o Hospital Municipal da Criança e do Adolescente. As pessoas que apresentarem dúvidas sobre a Covid-19 e os locais de assistência em saúde, podem entrar em contato na central de atendimentos, por telefone no número (83) 33155139 ou Whataspp no (83) 981417964.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MPPB quer investigação sobre desmatamento na Mata Atlântica em Bayeux

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) determinou, nesta terça-feira (26/05), que a 5ª Delegacia Distrital de Bayeux, na Grande João Pessoa, instaure um inquérito policial contra um servidor público afastado…

Na PB: divergência sobre competência deve fazer Governo vetar lei que prevê descontos nas mensalidades

A aparente falta de competência no âmbito do Direito Civil deverá fazer com que o Governo da Paraíba vete a lei, aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), que prevê…