Por pbagora.com.br

Cinco Câmaras Municipais e uma Prefeitura não enviaram ao Tribunal de Contas da Paraíba seus balancetes relativos ao mês de novembro, conforme divulgado pelo Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), nesta quarta-feira (02). O prazo para entrega dos balancetes se expirou na última segunda-feira (31/12).

Devido ao atraso, serão bloqueadas as contas bancárias da Prefeitura Municipal de Itaporanga e as das Câmaras Municipais de Alcantil, Boa Vista, Paulista, Condado e Pombal.

Ato de improbidade – Além das sanções previstas na esfera administrativa, segundo o presidente do TCE-PB , conselheiro André Carlo Torres Pontes, o não envio dos balancetes poderá ser configurado como um ato improbidade administrativa, conforme previsto na Resolução TC nº 03/2014 e na própria Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O presidente chamou também a atenção dos gestores para o fato que, além da multa prevista no artigo 11 da Resolução e demais imputações legais, a Lei Orgânica do TCE-PB prevê, também, o bloqueio da movimentação bancária, orçamentária e financeira, da entidade, estadual ou municipal, que deixar de entregar o balancete mensal no prazo.

 

Ascom/TCE-PB

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Justiça mantém proibida a realização de cerimônias religiosas presenciais na PB

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) rejeitou mandado de segurança impetrado pelo deputado estadual Jutay Menezes (Republicanos) que tentava a liberação de celebrações religiosas presenciais. A decisão foi do…

Cícero avisa que quem não concordar com decreto deve procurar justiça

“O decreto deve ser cumprindo. Quem achar que não, procure a justiça”. A declaração foi dada nesta sexta-feira (26) pelo prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), ao rebater as…