Por pbagora.com.br

A Prefeitura de Sousa apresenta plano de reabertura e flexibiliza comércio a partir desta terça-feira.
O prefeito de Sousa confirmou a reabertura dos serviços não essenciais do comércio da cidade. Ele também anunciou a prorrogação do Decreto até o dia 29 de junho e as medidas começam a valer a partir desta terça-feira (15), para alguns serviços.

Conforme o documento, salão de beleza, clínica de estética, academias e mercado público seguirão protocolo especifico para funcionamento, a partir desta terça-feira (15). Para a realização de missas, cultos e demais cerimonias religiosas presenciais poderão ser realizadas com ocupação máxima de 30% da capacidade, observando todas as normas de distanciamento social.

Ainda de acordo com a Instrução Normativa, fica permitida, a circulação de táxis, transportes alternativos e transporte público coletivo com lotação de no máximo 50% da capacidade do veículo, sendo obrigatória a utilização dos EPI’s, bem como a desinfecção periódica do automóvel. Ainda fica permitido o funcionamento do terminal rodoviário, bem como a circulação de transportes intermunicipal e interestadual, observadas às normas editadas pelo DER/PB.

Os estabelecimentos considerados essenciais, ficarão restrito ao horário máximo de funcionamento de até às 22h. São eles, supermercados; conveniências; postos de combustíveis; hortifrútis; padarias; lava a jato; oficinas mecânicas; borracharias; frigoríficos; óticas; feiras; empresas de telecomunicação, internet e energia elétrica; lojas de tecidos; concessionárias de veículos; serviço de assistência técnica e manutenção em geral; e produtores e fornecedores de bens ou de serviços essenciais à saúde e higiene.

Farmácias; serviço funeral; clínicas e hospitais veterinários, bem como os estabelecimentos comerciais de fornecimento de insumos ou alimentos pertencentes à área; e estabelecimentos médicos, odontológicos, farmacêuticos, laboratórios de análise clínicas e clínicas de fisioterapia podem funcionar durante 24 horas por dia.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MP’s recomendam respeito à ordem de prioridade na vacinação contra a covid-19, em JP

O Ministério Público da Paraíba e o Ministério Público Federal expediram recomendação ao Município de João Pessoa para que adote todas as medidas previstas no Plano Nacional de Operacionalização da…

Governo conclui pagamento de auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), concluiu o pagamento da renda emergencial mensal, prevista pela Lei Aldir Blanc. No Estado, 434 pessoas foram…