A Prefeitura de Cuitegi, por meio da Secretaria Municipal de Administração e do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (IPMC), realizará a partir de 13 de fevereiro o Censo Previdenciário Cadastral dos segurados do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) do município.

A iniciativa tem por finalidade a atualização e consolidação do Banco de Dados dos servidores, bem como do Cadastro Nacional de Informações Sociais do Regime de Previdência Social. O censo é de caráter obrigatório para todos os servidores que sejam aposentados e pensionistas.

Os servidores devem comparecer a sede da Prefeitura Municipal localizada à Rua Nsa. Sr.ª do Rosário – 35 Centro, munidos dos documentos necessários.

Para o Censo dos servidores aposentados:
a) Documentação de identificação com foto (carteira de identidade, Carteira de Habilitação ou carteira Profissional com validade em todo território nacional e emitida por órgão de regulamentação profissional);

b) CPF;

c) Comprovante de residência atualizado nos últimos três meses (conta de água, luz ou telefone), e na falta deste uma declaração de residência;

d) Último contracheque dos proventos;

e) PASEP/PIS/NIT;

f) Título de eleitor para os que têm até 69 anos de idade;

g) CPF e Certidão de nascimento de dependentes;

h) Certidão de casamento ou nascimento;

i) Os aposentados munidos do Termo de Curatela deverão comparecer ao censo na companhia de curadores.

Para os dependentes dos aposentados:
a) Documento de identificação com foto (se houver) ou Certidão de Nascimento;

b) CPF;

c) Laudo médico atestando incapacidade definitiva no caso de inválido;

d) Termo de Curatela ou Interdição no caso de inválido.

Para o Censo dos Pensionistas:
a) Documentação de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de Habilitação ou Carteira Profissional com validade em todo território nacional emitida por órgão de regulamentação profissional);

b) CPF;

c) Comprovante de residência atualizado nos últimos três meses (conta de água, luz ou telefone), e na falta deste uma declaração de residência;

d) Certidão de casamento e/ou nascimento;

e) Último contracheque da pensão;

f) Certidão de óbito do instituidor da pensão;

g) Portaria de posse (e para servidores antigos, CTPS);

h) Número do CPF do instituidor da pensão;

i) Os pensionistas munidos do Termo de Curatela/Tutor deverão comparecer ao censo na companhia de seu Curador/Tutor.

O servidor que não realizar o Censo terá o pagamento de remuneração ou benefício suspenso a partir do mês posterior a sua conclusão, ficando o restabelecimento condicionado ao comparecimento à Unidade Gestora do IPMC.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

CG: “Que Deus nos proteja”, diz Romero após confirmação de casos de Covid-19

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, usou as redes sociais nesta sexta-feira, 27, para confirmar o primeiro caso do coronavírus na cidade. Em tom de desabafo, Romero pediu inclusive…

Covid-19: PRF e SEST/SENAT iniciam ação de orientação aos caminhoneiros, na PB

A partir desta sexta-feira (27) até o dia 3 Abril, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba e o Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte…