Um total de 300 servidores foram demitidos da Prefeitura de Campina Grande após processo administrativo disciplinar por acúmulo ilegal de cargos. A informação foi confirmada pelo procurador-geral do município, José Fernandes Mariz.

Segundo ele, mais de mil processos administrativos foram instaurados com base em determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB). O procurador informou que em alguns casos, funcionários pediram a exoneração de alguns dos cargos que acumulavam.

Desse montante, 500 processos administrativos já foram concluídos. Alguns processos seguem em investigação.

Segundo o procurador, os acúmulos de cargos identificados ocorreram entre cargos da própria prefeitura, entre municípios ou com o governo do estado.

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícias ameaçam greve e terão nova reunião com João, diz secretário

Categoria não descarta possibilidade de greve Representantes das polícias Civil e Militar devem se reunir nesta quarta-feira (29) com o governador da Paraíba João Azevêdo. A informação foi confirmada pelo…

Movimentos estudantis se reúnem para pedir redução da tarifa de ônibus, em JP

Contrários ao mais recente aumento das tarifas de ônibus na capital, representantes de movimentos estudantis, agendaram uma reunião, para a manhã de hoje (28), na sede da Superintendência Executiva de…