Por pbagora.com.br

A Prefeitura de Cabedelo na Grande João Pessoa, ingressou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF), contra a decisão da justiça paraibana que barrou o andamento da lei aprovada pela Câmara Municipal, concedendo reajuste salarial para secretários e a implantação do 13º salário para prefeito e vice prefeito da cidade.

No começo deste mês, a Câmara Municipal de Cabedelo, aprovou o Projeto de Lei 056/2020, que aumenta os salários do secretários municipais – passará de R$ 10 mil para R$ 12 mil -, a partir de janeiro de 2021, assim como 13º salário e férias para o prefeito reeleito, Vitor Hugo Castelliano (DEM), e o vice, Emerson Lucena. Uma das justificativas é que o último reajuste foi dado em 2013.

A Lei foi barrada pela Justiça em decisão referendada pelo desembargador Luiz Sílvio Ramalho Junior, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

HU de João Pessoa diz estar pronto para receber pacientes de Manaus-AM

Em comunicado divulgado neste sábado (16), a direção do Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa, disse que a unidade está pronta para receber pacientes oriundos de Manaus, no estado…

Covid: JP, CG e Sousa lideram registros de novos casos, aponta boletim; sete pessoas morreram

Paraíba confirma 770 novos casos de Covid-19 e 12 óbitos nesta sexta-feira A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta sexta-feira (15), 770 casos da Covid- 19. Entre os…