Por pbagora.com.br

 A Prefeitura Municipal de Cabedelo vem a público informar que, na gestão
anterior foi aprovada a Lei Complementar nº 36, de 10 de abril de 2012 a
qual, em alguns casos, REAJUSTOU o valor do IPTU (Imposto Predial e
Territorial Urbano), em mais de 2.000% (DOIS MIL POR CENTO), ou seja, quem
pagou no ano passado R$ 100,00 (CEM REAIS), passaria a pagar neste ano de
2013, R$ 2.000,00 (DOIS MIL REAIS), o que foi considerado ABUSIVO, ILEGAL e
INCONSTITUCIONAL pelo Prefeito Luceninha.

Informa ainda, que o prefeito Luceninha decidiu entrar com uma ação na
Justiça, em busca de uma solução legal que evitasse o pagamento de um valor
tão alto.

Por consequência disso, algumas obras de infraestrutura do Município e
alguns serviços essenciais, ainda não puderam ser realizados, já que o IPTU
serve exatamente para custear as despesas destas obras.

O Prefeito Luceninha reconhece que o aumento do IPTU em mais de 2.000%,
como determina a lei aprovada ano passado, iria trazer volumoso recurso
para o Município, porém, do mesmo modo, reconhece que o reajuste aprovado
na gestão anterior é ABUSIVO e merece ser CORRIGIDO.

Nesse sentido, agradece a compreensão da população e informa que permanece
aguardando a decisão da Justiça.

 

Ascom

Notícias relacionadas

Opinião: Sobre o apressado decreto da PMJP relativo à pandemia

Só neste domingo (18), a Secretaria de Saúde da Paraíba registrou 893 casos de Covid-19 no Estado. Trinta e nove são pacientes hospitalizados e 854 são de sintomas leves. A…

Condomínios na PB são obrigados a comunicar violência doméstica contra crianças e idosos

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), sancionou a lei 11.880/2021, de autoria do deputado Chió (Rede), que determina a comunicação, por parte de condomínios residenciais, de violência doméstica contra…