A Prefeitura da cidade de Aroeiras gastou quase R$ 300 mil na compra 7 mil livros sobre o coronavírus.

A informação foi divulgada através das redes sociais de um estudante do curso de Direito da Universidade Estadual da Paraíba(UEPB), identificado como João Viana.

Os livros  comprados por meio de empenho no dia 1º de abril com um valor de R$39 por unidade deverão serem destinados ao Programa Saúde na Escola.

A compra foi realizada sem licitação por força do decreto de calamidade pública aprovado pela Assembleia Legislativa da Paraíba.

EM TEMPO

Após a repercussão negativa do caso, o prefeito de Aroeiras, Mylton Marques, decidiu anular a compra de 7 mil livros sobre o coronavírus, que foi empenhada no dia 1º de abril deste ano, segundo informações do sistema Sagres do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB).

“Comunico que diante da situação de dificuldade nós vamos anular esse empenho e não será pago”, disse.

Aroeiras é um dos 164 municípios paraibanos que teve decreto de calamidade pública aprovado pela Assembleia Legislativa da Paraíba no dia 8 de abril.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça manda Nilvan Ferreira retirar da internet conteúdo ofensivo contra Berg Lima

O juiz Antônio Rudimacy Firmino de Sousa, da 2ª Vara Mista de Bayeux, deferiu pedido de tutela antecipada nos autos da ação nº 0801118-64.2020.8.15.0751 para determinar que o radialista Nilvan…

Abrigo de idosos tem 14 casos confirmados da Covid-19, em João Pessoa

m Abrigo de idosos tem 14 casos confirmados da Covid-19, em João Pessoa. Trata-se do Vila Vicentina que tem oito idosos confirmados para a doença e que estão em isolamento…