Por pbagora.com.br

Os prefeitos dos municípios de Caaporã, Pitimbu e Alhandra devem se abster de autorizar ou promover a exoneração e/ou transferência de servidores municipais, sob pena de aplicação de multa aos responsáveis pela prática do ato, das sanções previstas na Lei de Improbidade Administrativa e da eventual responsabilização criminal. A medida foi recomendada pela promotora de Justiça da 73ª Zona Eleitoral, Miriam Vasconcelos.

A recomendação ministerial diz também que os três prefeitos devem promover, de imediato, a anulação de todo e qualquer ato administrativo de exoneração ou transferência que porventura já tenha sido praticado, determinando o retorno de todos os servidores às suas atividades.

De acordo com a representante do Ministério Público, o artigo 73, inciso V, da Lei 9.504/1997 proíbe aos agentes públicos, servidores ou não, condutas que possam afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais, como a nomeação; contratação ou qualquer forma de admissão; a demissão sem justa causa; bem como a remoção; transferência ou exoneração de servidor público, nos três meses que antecedem a eleição até a posse dos eleitos, sob pena de nulidade.

Miriam Vasconcelos também destacou que todo e qualquer ato de exoneração e transferência, mesmo os permitidos dentro do prazo anterior aos três meses da eleição (que terminou no último dia 15 de agosto), deverá ser motivado de forma a afastar a imputação de perseguição política, salvo se for a pedido do próprio servidor. “O dispositivo legal regulamenta os poderes dos agentes públicos referentes à relação de trabalho, de modo a impedir que a escolha político-partidária dos servidores públicos lato senso seja fator propulsor de perseguições ou concessões de vantagens indevidas”, explicou a promotora eleitoral.

Além dos prefeitos, cópia da recomendação também foi enviada aos chefes das Câmaras de Vereadores dos três municípios.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MP conduz autocomposição para que Hospital Edson Ramalho não interrompa atendimento

O Ministério Público da Paraíba, durante reunião de autocomposição realizada na tarde desta quinta-feira (17/09), obteve o compromisso de gestores da Saúde do Estado de que o Hospital Edson Ramalho…

Walber vira chacota no Antagonista, Band e até Estadão após ‘defender corrupção’

O pré-candidato à prefeitura de João Pessoa, Walber Virgolino (Patriota) caiu nas graças da mídia nacional nas últimas horas após uma declaração infeliz feita ontem, quinta-feira (17), durante o primeiro…