Por pbagora.com.br

O prefeito Vitor Hugo determinou à Secretaria de Administração o cancelamento do pagamento aos agentes políticos e servidores públicos afastados pelo Ministério Público da Paraíba por conta da operação Xeque-Mate.

A medida atende determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) que, nesta quarta-feira (13) se manifestou pela ilegalidade e consequente suspensão de pagamentos, “salvo decisão de mesma esfera em sentido contrário”.

“Entendendo a ilegalidade desses pagamentos, resolvemos, de imediato, suspendê-los, atendendo determinação do TCE e, também, em respeito ao dinheiro público e à população”, destacou o prefeito Vitor Hugo.

 

Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bayeux: com guerra de decisões intervenção pode ser única saída

Cidade já passou pelo comando de quatro prefeitos em menos de quatro anos de gestão Insegurança jurídica, instabilidade administrativa e futuro incerto. A cidade de Bayeux, município da região metropolitana…

Shopping de CG deve pagar R$ 10 mil de indenização a cliente

A Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba majorou para R$ 10 mil o valor da indenização, por danos morais, a ser paga pelo Condomínio Partage Shopping Campina…