Por pbagora.com.br

 A integração dos municípios do Compartimento da Borborema através de ações
preventivas é o principal objetivo da II Conferência Intermunicipal de
Proteção e Defesa Civil, que teve início na manhã desta sexta-feira, 7, e
vai se prolongar até o sábado, dia 8. Os debates acontecem no auditório da
Secretaria Municipal de Cultura (antigo Museu Assis Chateaubriand). O
evento, com a presença de prefeitos, vereadores, técnicos e outras
autoridades, foi aberto oficialmente pelo prefeito de Campina Grande,
Romero Rodrigues.

 

A iniciativa ainda visa promover e fortalecer a participação, o controle
social e a integração das políticas públicas relacionadas à Defesa Civil, e
também preparar melhor os gestores e a população para as medidas de
proteção que devem ser adotadas em caso de desastres.

 

Ao falar, durante a abertura dos trabalhos, o coordenador da Defesa Civil
do Município, Ruiter Sansão, destacou que a iniciativa atende a uma
determinação da Secretaria Nacional da Defesa, órgão que recomenda a
realização de conferências municipais. “Contudo, Campina foi além do
recomendado, pois realiza uma conferência intermunicipal, congregando num
mesmo encontro representantes de 29 municípios para a discussão em torno de
micro e macro ações preventivas, pois fazemos parte de um órgão que está em
permanente estado de alerta para atender ao cidadão quando da ocorrência de
enchentes e outros eventos”, afirmou.

 

O coordenador anunciou, logo em seguida, uma homenagem ao coronel Álvaro
Vitorino de Pontes, criador em 1999 da Defesa Civil Municipal em Campina
Grande. O coronel assumiu, simbolicamente, o comando da Defesa Civil local
durante os dois dias de realização do evento. Por sua vez, o homenageado
destacou a sua emoção em receber este reconhecimento, tendo lembrado que o
órgão foi criado num momento de dificuldades de abastecimento d’água na
cidade e, desde aquela época, tem prestado relevantes serviços à sociedade.

 

Após Álvaro Pontes, fez um rápido discurso o coordenador da Defesa Civil
Estadual, Cícero Hermínio do Nascimento Filho. Ao falar sobre a importância
do evento, elogiou o caráter intermunicipal da conferência. Em sua visão,
será uma grande oportunidade para a troca de experiências e união de
esforços em prol da Defesa Civil.

 

Em seguida, fez pronunciamento o secretário de Obras, André Agra, que
ressaltou a importância das ações dos integrantes da Defesa Civil,
destacando o zelo do governo municipal em fazer um trabalho rigorosamente
técnico e com o emprego de profissionais capacitados nesta área de
trabalho. Agra anunciou ainda a possibilidade de o órgão sair do âmbito da
Secretaria de Obras e passar a funcionar no Gabinete do Prefeito, onde
haverá o intercâmbio mais rápido e direto – sobretudo em momentos
emergenciais – entre o prefeito e os técnicos do setor.

Quem também falou foi o vereador Alexandre do Sindicato, em nome da Câmara
Municipal de Campina Grande. Para o parlamentar, o poder legislativo
reconhece o trabalho da Defesa Civil e considera fundamental o apoio da
Câmara às mais diversas ações desenvolvidas pelo órgão no Município.

 

A solenidade foi concluída com o discurso do prefeito Romero Rodrigues.
Além de fazer uma saudação aos demais prefeitos presentes, Romero lembrou o
fato de Campina Grande ser uma cidade pólo na região, devendo irmanar os
demais municípios em prol de ações comuns na área de Defesa Civil.

 

“Por isso, aqui estamos sempre dispostos, especialmente em situações de
emergência, disponibilizando nossos equipamentos para socorrer comunidades
que ainda não dispõe da estrutura montada. Isto, por si só, demonstra a
importância desta conferência reunindo técnicos e líderes administrativos
de toda região”, afirmou.

 

Na avaliação de Romero, o trabalho até agora desenvolvido pela Defesa Civil
tem correspondido às expectativas da comunidade, pois o órgão tem
desenvolvido ações comuns com os demais setores da administração municipal.
Conforme relatou, as medidas preventivas, educativas e de orientação à
população, sobretudo em áreas de risco, têm constituído um trabalho
permanente do atual governo, o qual ainda está solidário e irmanado aos
demais municípios da região para operações integradas.

 

Ascom

Notícias relacionadas

ALPB e UFPB lamentam morte de ex-secretário de Recursos Hídricos Marilo Costa

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, em nome de todos parlamentares e servidores da Casa de Epitácio Pessoa, vem a público lamentar o falecimento do engenheiro…

Ex-secretário de Cássio, Marilo Costa morre aos 72 anos de Covid em JP

Ex-secretário de Estado Marilo Costa morreu aos 72 anos vítima da Covid-19. Ele era engenheiro e integrava atualmente a equipe da Secretaria de Infraestrutura de João Pessoa. Ele estava internado…