Abriu de manhã e fechou a tarde. O prefeito Fábio Tyrone declarou, em vídeo publicado nas redes sociais na tarde desta terça-feira (2), que vai recorrer da decisão judicial que suspendeu parte de seu decreto que autorizava a reabertura do comércio em Sousa, no Sertão da Paraíba. O município estava, a partir de hoje, em retomada das atividades econômicas não essenciais, mas uma ação civil pública ajuizada pelo Sindicato dos Trabalhadores no Comércio e Serviços de Sousa e região impediu o plano.

Fábio Tyrone destacou que havia planejado o retorno com base nas condições de pandemia que Sousa registra atualmente, com apenas uma morte e uma pessoa internada. “Nós tomamos a decisão de flexibilizar as atividades econômicas de maneira estudada, consciente, baseados na realidade. Nós temos hoje uma taxa baixíssima de mortalidade. Duzentas e nove pessoas infectadas e, infelizmente, um óbito. Mas um óbito que representa 0,4% das pessoas infectadas. Hoje, apenas uma pessoa está internada em leito de enfermaria. As 142 pessoas que estão em casa estão recebendo apoio da prefeitura, da Saúde municipal.”

O comércio de Sousa foi parcialmente reabertou ontem durante a manhã, mas a tarde, uma decisão judicial determinou o fechamento das lojas,

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Estudo da UFPB prevê fim da pandemia na Paraíba para o final de setembro, mas números ainda preocupam

Desde que a Organização Mundial de Saúde (OMS),declarou o novo coronavírus como uma pandemia, o mundo sofreu uma profunda mudança. O Covid-19, tem trouxe medo, insegurança, mortes e mexou com…

Geógrafo revela fatores que vêm impactando a falésia do Cabo Branco

O agravamento do efeito destrutivo causado por processos erosivos em zonas litorâneas dar-se principalmente por ações antrópicas, que intensificam a erosão marinha. Em sua grande parte as zonas costeiras são…