Um prédio antigo localizado no Ponto de Cem Réis, no Centro de João Pessoa, foi desapropriado para criação de shopping popular.

O decreto criando o shopping foi publicado pela prefeitura em outubro de 2018, mas a desapropriação do prédio só foi obtido pela Prefeitura de João Pessoa nesta quarta-feira (12).

Aproximadamente 350 vendedores ambulantes, definidos depois um processo que foi iniciado em outubro de 2019, vão ser alocados no prédio. O objetivo, de acordo com o documento, é oferecer um espaço comercial para que os comerciantes informais (ambulantes) da capital tenham “local digno e espaços adequados ao desenvolvimento de suas atividades e meios de subsistência”.

O decreto autoriza que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e a Procuradoria Geral do Município adotem as providências necessárias à desapropriação amigável ou judicial do imóvel declarado de utilidade pública.

Conforme o documento, o prédio tem cinco pavimentos, compreendendo áreas de lojas no térreo e unidades definidas como salas para usos diversos nos quatro andares superiores. O edifício tem 54 unidades, além de áreas de circulação, elevador e subsolo, totalizando uma área aproximada de terreno de 765 m².

O decreto autoriza que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e a Procuradoria Geral do Município adotem as providências necessárias à desapropriação amigável ou judicial do imóvel declarado de utilidade pública.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraíba tem 60.421 casos confirmados e 1.250 mortes por coronavírus

A Paraíba tem 60.421 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas neste sábado (11). O número de mortes confirmadas por…

Após 36 dias internado, presidente das Virgens de Mangabeira morre de covid-19

Morreu na madrugada deste sábado (11), aos 70 anos, o presidente do bloco Virgens de Mangabeira,  Euclides Vaz de Araújo, conhecido como Kida. Ele estava há 36 dias internado tratando…