Por pbagora.com.br
Imagem ilustrativa

Foram pesquisados 28 estabelecimentos que informaram os preços praticados com pagamentos: à vista (com entrega e sem entrega), a prazo, o botijão novo (completo) e se os mesmos estão realizando entregas. A pesquisa foi realizada por telefone com formulário adequado.

A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PB), através do Setor de Pesquisa e Estatística, realizou no dia 15 de outubro uma pesquisa relativa aos preços de gás de cozinha, o GLP (Gás liquefeito de petróleo) em João Pessoa.

Na pesquisa diante dos vários aumentos mencionados pela Petrobrás, os dados coletados demonstram que dos 28 estabelecimentos com pagamento à vista, predominou o valor de R$ 75,00 pelo botijão que corresponde a 53,57% dos estabelecimentos que praticam o mesmo preço. Na pesquisa anterior (08 de Setembro) dos 29 estabelecimentos 51,72% praticavam o valor de R$ 75,00.

Verifica-se no pagamento à vista com entrega do botijão de 13 Kg que os preços oscilaram de R$ 70,00 , menor preço, apenas 3 estabelecimentos (Ferreira Gás-Cristo / Ultra Gás-Cuiá / Casa do Gás-Treze de Maio) representando 10,71% dos pesquisados e apenas um apresenta o maior preço no valor de R$ 80,00 (Panificadora Faustino- Mangabeira), uma diferença de R$ 10,00 entre o maior e menor preço, que corresponde a uma variação de 14,29%.

Constata-se que quase todos os estabelecimentos com pagamento à vista e a prazo não diferenciam o preço com entrega e sem entrega, exceto o Sos Gás no bairro Torre que comercializa com entrega no valor de R$ 75,00 e sem entrega R$ 68,00. A pesquisa também demonstra que tres estabelecimentos não comercializam usando a forma de pagamento a prazo.

No pagamento a prazo do botijão o menor preço encontrado foi de R$ 70,00 (Casa do Gás- Treze de Maio), observa-se que não há taxa de entrega. O maior preço a prazo do botijão foi de R$ 80,00, que corresponde a 25,00% dos estabelecimentos, a diferença nominal é de R$ 10,00 com uma variação de 14,29%.

Em relação a média de preço, o pagamento à vista com entrega custa em torno de R$ 74,29 e no pagamento a prazo com entrega a média é de R$ 76,52.

Conforme dados das pesquisas realizadas anteriormente pelo Procon-PB, os preços do Botijão de 13 kg com pagamento à vista com entrga apresentaram crescimento de preços de forma relativa como demonstra o gráfico 01, observa-se que entre as pesquisas do mês de janeiro até o mês de agosto o preço médio estavam entre R$ 69,00 e R$ 70,00 e o preço médio das pesquisas de setembro e outubro foram respctivamente R$ 74,21 e R$ 74,29 com uma diferença de mais de R$ 4,00. Segue o comportamento dos preços das pesquisas realizadas.

Referente ao pagamento à vista do Botijão Novo, apenas alguns dos estabelecimentos pesquisados comercializam este produto, e os preços oscilaram de R$ 180,00 a R$ 250,00 possibilitando uma economia de até R$ 70,00, com uma variação 38,89%. No pagamento a prazo os preços diferenciam de R$ 190,00 a R$ 220,00, uma economia de R$ 30,00, com uma variação de 15,79%.

O preço médio Botijão novo nos estabelecimentos pesquisados com pagamento à vista no período de março no começo da quarentena era de R$ 192,33 (Pesquisa Procon-PB 03/03/2020) e em agosto o preço foi de R$ 193,75, entretanto na pesquisa atual o preço aumentou para R$ 205,63, um aumento de R$ 11,88, uma elevação de 6,13%.

Observa-se o preço médio do botijão novo do GLP com pagamento à vista entre as pesquisas do dia 23 de janeiro de 2020 e 15 de outubro de 2020 como demonstra o gráfico 02.

Os preços constatados e as variações obtidas referem-se somente ao dia de realização da pesquisa nos estabelecimentos pesquisados, vê demais valores na tabela em anexo.

Ligar para o Procon-PB pela linha direta 151 ou pelo whatsapp do Procon-PB (83) 8618-8330, assim como a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) através do contato 0800 970 0267, e na Paraíba o canal é através do IMEQ-PB (Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial da Paraíba), 3215-7423 / 0800-281-7411 seja para dúvidas, reclamações, sugestões e informações.

 

Redação com Procon/PB

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Susto: carro invade área de lazer em condomínio de João Pessoa

Moradores de um condomínio, no bairro Cuiá, em João Pessoa, tiveram um susto no fim da tarde de ontem, sábado (24), após um veículo invadir a área de lazer do…

Prefeito Renato Mendes diz que vai recorrer de indeferimento de registro de candidatura

Após ter sua candidatura à reeleição indeferida pelo juiz eleitoral, Antônio Eymar de Lima, da 73ª Zona Eleitoral do Município neste sábado (24), o prefeito Renato Mendes (DEM) afirmou que…