Por pbagora.com.br

Oficiais de Justiça estariam a procurado do superintendente do Branco do Brasil na Paraíba com o objetivo de cumprir a determinação do juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Antônio Carneiro.

O magistrado determinou a transferência de recursos originados dos depósitos judiciais e não tributários, de acordo com a Lei Complementar 131/2015, depositados no Banco e que devem ser destinados ao pagamento de precatórios no prazo de 24 horas. O juiz Antônio Carneiro determinou ainda que, em caso de descumprimento, a multa será de R$ 100 mil por dia e o superintendente ainda poderá ser preso por crime de desobediência.

De acordo com informações, os oficiais de Justiça teriam encontrado a Superintendência fechada.

 

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Nesta 6ª: Seinfra segue com limpeza e desobstrução de galerias

A Secretaria de Infraestrutura de João Pessoa (Seinfra) prossegue nesta sexta-feira (14), atuando ao lado da Defesa Civil e de outras secretarias, para reduzir os transtornos provocados pelas chuvas que…

Sine Municipal oferece 121 vagas de empregos em Campina Grande

A Prefeitura de Campina Grande, por meio do Sine Municipal, está oferecendo vagas de emprego nesta sexta-feira, 14. Estão disponíveis 121 oportunidades no sistema, com a necessidade de comprovação da…