O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, assinou, nesta segunda-feira (29), o contrato de arrendamento no Porto de Cabedelo (PB) e nove contratos de adesão de Terminais de Uso Privado (TUPs). A estimativa é de que a medida vá garantir investimentos de mais de R$ 500 milhões e ampliar a movimentação de cargas nas regiões Norte, Sul e Nordeste.

“As assinaturas de hoje representam quase R$ 500 milhões de reais de novos investimentos no setor portuário. Esses contratos trazem segurança jurídica e permitem a realização de novos investimentos”, declarou o ministro.

A área arrendada no Porto de Cabedelo é de um pouco mais de 24 mil metros quadrados e é destinada à movimentação de granel líquido. O valor do investimento será de R$ 183,5 milhões e estabelece critérios para a alteração do projeto executivo.

No último mês de março o presidente Jair Bolsonaro já havia confirmado o leilão de arrendamento de áreas portuárias, incluindo Cabedelo, fato que foi comemorado pela Companhia Docas na Paraíba, já que o arrendamento amplia a movimentação de cargas. Os leilões aconteceram entre os dias 22 de março e 5 de abril deste ano.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Idosa diagnosticada com raiva humana morre em João Pessoa

Uma idosa de 68 anos, diagnosticada com raiva humana, e internada no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), em João Pessoa morreu nessa segunda-feira (13). A informação só foi divulgada nesta…

Opinião: como parte da natureza, a Barreira do Cabo Branco não dá voto. Portanto…

Meio ambiente e cuidados com a natureza são como obras subterrâneas: não rendem votos; assim sendo, pouco importam aos projetos de gestão dos governantes em geral. Portanto, não esperem dos…