Por pbagora.com.br

Uma escolta policial deve acompanhar caminhões com cargas de gás de cozinha para hospitais e presídios da Paraíba a partir desta terça-feira (29). Os produtos estão bloqueados por caminhoneiros em greve no Porto de Suape, em Pernambuco.

 

Na última segunda, os caminhoneiros não permitiram a saída de 30 caminhões carregados de botijões de gás, mesmo escoltados pelo Exército, e dizem que só saem do local depois de acertar pauta de reivindicações com o governador pernambucano Paulo Câmara (PSB). 

 

“O grande problema é o gargalo lá em Suape porque não estão deixando sair nada, não está saindo nada da base. Por isso não posso afirma que com certeza, 100%, que isso sanará o nosso problema”, afirmou Marcos Antônio Bezerra, presidente do Sindicato dos Revendedores Gás da Paraíba (Sinregas-PB).

 

Redação

Notícias relacionadas

PB encaminha pra JP, CG e Cabedelo 19.890 doses da Pfizer nesta quarta

A Paraíba recebeu, na tarde desta terça-feira (11), 19.890 doses da vacina da Pfizer/Biontech. As doses serão encaminhadas aos municípios de João Pessoa, Cabedelo e Campina Grande – os únicos…

Polícia prende suspeito de estuprar jovem que conheceu em rede social

Um homem foi preso suspeito de estuprar uma jovem que conheceu em rede social, em João Pessoa. A jovem foi estuprada na noite desta terça-feira (11) no bairro do Cristo…