A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de aplicar um golpe que causou um prejuízo de R$ 15 milhões ao Fisco do Estado da Paraíba. A prisão aconteceu na tarde deste domingo (07), em João Pessoa por equipes da Delegacia de Crimes Contra Ordem Tributária da capital. O trabalho teve apoio do Ministério Público da Paraíba, Secretaria da Receita do Estado e Fisco Estadual.

 

De acordo com a polícia, o suspeito estava com documentos falsos. Segundo a investigação, ele usava esses documentos para abrir empresas em nome de pessoas inexistentes e vendia notas fiscais sem pagar os impostos devidos aos cofres do Estado.

 

Em apenas uma empresa que foi alvo da investigação, o total de tributos devidos totalizou R$ 15 milhões. No entanto, a polícia acredita que a operação possa ter causado um prejuízo maior e alcançado o total de R$ 30 milhões.

O suspeito possuía seis documentos Cadastro de Pessoa Física (CPF). Como a empresa estava em nome de pessoas que não existem, segundo a Polícia Civil, não há como a dívida ser cobrada pelo Estado.

Ele foi preso preventivamente e responderá pelo crime de estelionato. Ele foi submetido a exame de corpo de delito e está recolhido na carceragem da Central de Polícia de João Pessoa. Nesta segunda-feira (8), será apresentado à justiça durante audiência de custódia.

 

Redação

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Crea alerta para perigo com prédio antigo e inacabado em CG, mas proprietários garantem que não há risco de desabamento

No começo dessa semana, o Brasil acompanhou a tragédia com o desabamento do Edifício Andrea em Fortaleza. O caso acendeu uma alerta para os prédios antigos e inacabados. Em Campina…

JP: etapa estadual das eleições do PT/PB acontece neste sábado

O Partido dos Trabalhadores na Paraíba (PT/PB) promove neste sábado (19) a etapa regional do “7º Congresso Nacional do PT”. A segunda fase do processo eleitoral interno da sigla acontece…