A Polícia Civil da Paraíba fez um alerta nesta quinta-feira (09) sobre os diversos tipos de golpes que estão sendo praticados na internet durante esse período de isolamento social por causa do coronavírus.

O delegado Gustavo Carletto, de Defraudações e Falsificações (DDF) da Capital, chama a atenção para que a população fique atenta a qualquer pedido de ajuda financeira ou colaboração para instituições filantrópicas ou que estariam trabalhando para conter a pandemia.

“É imprescindível que a pessoa que receber qualquer solicitação de contribuição financeira verifique primeiro a origem do pedido. Se o pedido é para uma determinada instituição, tenha o cuidado de procurar o contato dessa instituição na internet e ligue para se certificar da campanha”, alertou.

Outra dica do delegado Carletto é de que, se houver um pedido de doação por telefone, no qual a pessoa informa o número de uma conta bancária e diz que está falando em nome de um conhecido ou de um político, não faça o depósito ou transferência bancária em hipótese alguma. “Primeiro ligue para o seu conhecido ou procure o contato do político ou empresário citado para saber se realmente ele está solicitando ou fazendo algum tipo de campanha”, ressaltou.

Casos são investigados na Paraíba – Um dos casos que está sendo investigado pela Delegacia de Defraudações e Falsificações é o de ligações que teriam sido feitas por WhatsApp utilizando o nome da Prefeitura de João Pessoa. “Os golpistas utilizaram um número de WhatsApp clonado para ligar para as pessoas e solicitar dinheiro para uma ação de combate à Covid-19 como se fosse uma campanha da Prefeitura de João Pessoa. Essa campanha era falsa e o golpista chegou a fazer duas vítimas, que depositaram o dinheiro e depois descobriram que essa conta é do Rio Grande do Norte e não de algum órgão ou campanha da Prefeitura de João Pessoa”, alertou Gustavo Carletto.

Além desse caso, há outro sendo investigado na Paraíba. “Além desse da Prefeitura, houve um golpe semelhante utilizando o nome de um conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Então, fica o alerta: em hipótese alguma a pessoa deve depositar dinheiro em contas de terceiros. O que está ocorrendo é que os golpistas estão usando o nome de conselheiros, empresários, políticos e de órgãos públicos para solicitar dinheiro para campanhas que não existem”, observou.

Para denunciar você pode ligar para o Disque-Denúncia da Polícia Civil (197) que o caso será investigado. O denunciante terá a garantia de que sua identidade será preservada.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Trânsito e semáforos no Jardim Oceania sofrem mudanças; confira

A partir desta terça-feira (26), as ruas Luiz Alves da Rocha e Antônio Batista de Araújo no Jardim Oceania terão seus sentidos de circulação alterados. A mudança, que tem como…

“O que Moro falou que aconteceu ficou provado”, diz Julian Lemos

O deputado federal Julian Lemos (PSL), desafeto público do filho do presidente Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro, elogiou a entrevista de Sergio Moro exibida ontem, domingo (24) pelo Fantástico, durante…