Por pbagora.com.br

A polícia apontou cinco pessoas como envolvidos na morte de mais de 30 cães que foram sacrificados em Igaracy, no Sertão da Paraíba, no último dia 6 de março. Segundo o delegado que investiga o caso, Glêberson Fernandes, o inquérito deve ser concluído na próxima semana e os suspeitos vão ser indiciados pelos crimes de maus-tratos e descarte irregular de animais.

Entre os suspeitos estão o ex-secretário de saúde do município, José Carlos Maia, e quatro funcionários da Prefeitura que teriam participado da matança dos animais. As suspeitas têm como base o laudo pericial sobre a morte dos animais, entregue pelo Instituto de Polícia Científica de Patos nessa segunda-feira (26), que apontou os cachorros foram sacrificados por meio de lesões traumáticas e não pelo procedimento de eutanásia, como informado pela Secretaria de Saúde de Igaracy.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Telecomunicações: em meio a crise, empresa abre nova loja no Sertão

A Tely Internet é uma empresa 100% paraibana e que está crescendo, apesar da crise econômica e da pandemia que assolam o país. Prova disso é o lançamento, para este…

Mídia nacional repercute críticas de professor da UEPB à Calvário: “lavajatismo”

O site UOL publicou, nesta sexta-feira, reportagem da jornalista Aliny Gama a respeito das declarações do professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) sobre a Operação Calvário, que tem como…