Moradores da Comunidade Vila Nassau, no Porto do Capim, foram notificados pela Prefeitura Municpal de João Pessoa (PMJP) para que desocupem suas casas em no máximo 48 horas. A medida deve atingir cerca de 160 famílias. As Secretarias de Meio Ambiente e Planejamento, que assinam a notificação entregue nesta terça-feira (19), afirmam que as casas estão construídas em Área de Preservação Permanente (APP) do Rio Paraíba.

O documento diz ainda que o “prazo é improrrogável e o descumprimento acarretará na adoção das medidas legais cabíveis”. De acordo com a PMJP, o local "não oferece condições de habitabilidade". A administração municpal afirma que trata-se de uma Área de Proteção Ambiental e garantiu que representantes das Secretarias de Desenvolvimento Social (Sedes) e de Habitação do Município (Semhab) estão no local para prestar esclarecimentos e inscrições nos projetos de habitação desenvolvidos pela PMJP.

A retirada das famílias, segundo a prefeitura, faz parte das ações necessárias para dar prosseguimento ao projeto de revitalização da área que será transformada em um espaço de convivência para a população da capital.

 

PB Agora
com informações do G1PB
Foto: Rebeca Bernardo/Arquivo Pessoal

 

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ENQUETE: Qual vereador da CMJP merece voltar ao mandato em 2020? Participe!

Faltam pouco mais de 1 ano para a realização das eleições municipais de 2020 que vão escolher os novos representantes dos executivos e legislativos em todo país. Com base nisso,…

Mecânico é assassinado enquanto fechava oficina de motos, em João Pessoa

O mecânico Whashington Oliveira da Silva, de 22 anos, foi assassinado a tiros, na noite de ontem, sábado (21), no momento em que fechava a oficina de motos, onde trabalhava,…