A Paraíba o tempo todo  |

PMJP inicia trabalho de cadastro e resgate de moradores de rua

 Treze cadastramentos e nove encaminhamentos para os abrigos de acolhimentos municipais e o Conselho Tutelar Praia. Esse foi o saldo da ação intersetorial realizada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), no final da tarde desta quinta-feira (17), com moradores de rua. A ação teve início no Largo da Gameleira, próximo ao Mercado de Peixe, em Tambaú e envolveu assistentes sociais, psicólogos, conselheiros tutelares, gestores municipais e adjuntos de cinco secretarias – Secretaria de Desenvolvimentos Social – Sedes, Desenvolvimento Urbano – Sedurb, Políticas Públicas para Mulheres, Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania e Turismo – Setur.

 

A secretária de Desenvolvimento Social, Marta Gerusa Moura, informou que o trabalho foi uma ação introdutória do trabalho que será realizado de forma integrada, intersetorizada e continuada, com a participação de diversas secretarias municipais junto aos moradores de rua de João Pessoa.

 

“É o início de um trabalho de reconhecimento, de abordagem da população de rua. Nossa proposta não é higienização, com a participação da polícia, vamos fazer um diagnóstico da situação dos moradores de rua, aplicando os cadastros e levá-los para onde quiserem, é uma ação de convencimento, para que sejam encaminhados e cuidados nos nossos programas”, destacou.

 

Os nove moradores de rua, entre eles uma mulher e duas crianças, foram encaminhados para a Casa Acolhida de Adultos, Centro POP e Alta Complexidade Feminina e o Conselho Tutelar. Lá receberão os atendimentos necessários de higienização corporal, saúde, alimentação e dormida. A maioria é portadora de dependência química e receberá um atendimento especial com o apoio das equipes sociais.

 

Atenção às Mulheres – A secretária de Políticas Públicas Para as Mulheres, Socorro Borges, lembrou que a ação da sua secretaria junto a essa política intersetorial, será voltada para o acompanhamento exclusivo das mulheres. “Nosso compromisso é verificar onde elas estão e focar nossas ações nesta população considerada de extrema vulnerabilidade social, que sofre situação de violência e exclusão”, admitiu.

 

Ação conjunta – A problemática da população de rua de João Pessoa, tem sido pauta de discussões e reuniões das cinco secretarias. Marta avaliou que o aumento da população de rua na cidade está se dando paralelo ao aumento do turismo.

 

Segundo ela, de acordo com os levantamentos preliminares, João Pessoa tem hoje cerca de 80 a 100 moradores de rua e na rua. O Centro POP, unidade da Sedes que recebe essa população, atende uma média de 17 a 25 pessoas por dia. No total, são 259 moradores cadastrados na casa.

 

Ponto de Cem Réis – A ação conjunta irá continuar nesta sexta-feira, 17, às 10 horas, com o cadastramento de moradores de rua no Ponto de Cem Réis. “A ação será apenas de abordagem e cadastramento”, informou Marta Moura.

 

 

Secom-JP

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe