Casos suspeitos da doença também serão monitorados por GPS para evitar quebra do isolamento domiciliar

A Prefeitura de Campina Grande criou um sistema de gestão de dados para monitorar, em tempo real, o cumprimento do isolamento domiciliar de pessoas com resultado positivo e dos casos suspeitos de Covid-19 na cidade. O software, que utiliza o GPS do celular dos usuários, está monitorando o deslocamento de sete pacientes desde ontem, quarta-feira (08), mas deverá ser ampliado, até a próxima semana, para todos os casos confirmados e suspeitos de Covid-19 registrados no município.

O sistema foi criado de forma gratuita, em parceria com o Espaço Cidadania Digital, do Tribunal de Contas do Estado – TCE/PB, e o Ministério Público na Paraíba – MPPB, e também utiliza ferramentas livres do Google Maps e Google Transit. O monitoramento é feito a partir dos dados de e-mail e número de celular dos usuários, que são fornecidos durante o contato das equipes de saúde com o os pacientes no ato da coleta dos exames para Covid-19 nas unidades de saúde.

Com o software de gestão de dados da Prefeitura, sempre que o usuário monitorado eletronicamente descumprir as recomendações de isolamento domiciliar, os técnicos de Secretaria Municipal de Saúde serão notificados do deslocamento do paciente para outras áreas fora da sua residência. Ao receber as notificações de quebra do isolamento, os agentes de vigilância em saúde fazem o contato imediato por telefone ou mensagem de texto, alertando os pacientes dos riscos causados pelo descumprimento das orientações médicas.

Além do deslocamento fora da área da residência do paciente, o sistema ainda permite que as equipes de saúde identifiquem se o usuário monitorado está em direção a áreas de aglomerações de pessoas ou para bairros com maior incidência de populações pertencentes aos grupos de risco para o novo coronavírus. Caso seja confirmado que o paciente frequentou estes territórios, a Secretaria de Saúde poderá adotar medidas de prevenção em tempo hábil para diminuir os riscos de infeção da doença nestes territórios.

Segurança – Apesar de utilizar as informações de e-mail e número de telefone dos usuários, o software garante o sigilo e a segurança dos dados dos pacientes, que serão acessados apenas por servidores da Prefeitura, que já fazem o acompanhamento de rotina da saúde destas pessoas, além da equipe de tecnologia do projeto. A inserção do paciente no sistema se dará após conversa prévia para que o mesmo tenha ciência dos benefícios do funcionamento do software para a saúde pública, bem como tome conhecimento das leis, decretos e portarias que regulamentam o isolamento compulsório para os casos de Covid-19.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

STF derruba benefício e ex-governadores da Paraíba perdem o direito a pensão

O Supremo Tribunal Federal (STF) comunicou nesta quarta-feira (27) à Assembleia Legislativa o trânsito em julgado da ação movida pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) que pedia que fosse…

Polícia Civil emite Certidão de Antecedentes Criminais pela internet

A Polícia Civil da Paraíba (PCPB) está emitindo, de forma on-line e gratuita, a Certidão de Antecedentes Criminais aos residentes do Estado. O documento mostra se o solicitante possui ou…