Por pbagora.com.br

Pesquisa realizada pela Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor da Paraíba (Procon-PB), por meio do Setor de Pesquisa e Estatística, constatou uma variação de até 267% nos preços de itens de material escolar. O levantamento foi realizado nos dias 2 e 3 de janeiro e catalogou 405 itens em oito estabelecimentos localizados no Centro da capital paraibana. O apontador de lápis teve a maior variação percentual com preços entre R$ 0,79 até R$ 2,90; já a maior diferença ficou de R$ 29,75 no caderno capa dura de 16 matérias.

O apontador de lápis com depósito da marca Maped apresentou variação de 267,09%, uma diferença de R$ 2,11; o menor preço encontrado foi de R$ 0,79 (Paraíba Importados) e o maior de R$ 2,90 (PaperBlue). Já a maior diferença foi no caderno capa dura 16 matérias, espiral 320fls, tema The Simpsons, marca Tilibra, que mostrou variação de R$ 29,75 (49,67%) entre o menor e o maior preço, de R$ 59,90 (Atacadão dos Presentes) até R$ 89,65 (Papelaria e Livraria Arco Iris).

Nos lápis de colorir, a caixa com 36 unidades (120136) da Faber-Castell linha Aquarelável apresentou variação de 36,44%, uma diferença de R$ 21,10. O menor valor foi de R$ 57,90 (Papelaria e Livraria Arco Iris) e o maior de R$ 79,00 (PaperBlue).

Com relação aos cadernos de 10 matérias, a unidade da Tilibra linha Capricho mostrou variação de 42,65%, com preços entre R$ 41,99 (Paraíba Importados) e R$ 59,90 (Papelaria e Livraria Arco Iris), uma diferença de R$ 17,91 no bolso do consumidor. O papel sulfit, resma A4 branca da marca Report, 17,50% de variação, teve preços de R$ 20,00 (Papelaria Pedro II) a R$ 23,50 (Sundry Magazine e Papelaria).

O Procon Estatual sugere aos consumidores que fiquem atentos as promoções neste período de volta às aulas. Qualquer dúvida, sugestão ou reclamação ligar para o órgão pelo número 151.

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Notícias relacionadas

Associação dos motoristas de aplicativo da PB sinaliza paralisação

Motoristas de aplicativo estão indignados contra o aumento do preço da gasolina em João Pessoa. Após cinco reajustes apenas em 2021, o último aumento nas refinarias começou a valer a…

MP enquadra Prefeitura de Santa Rita para que praças sejam acessíveis

A Promotoria dos Direitos Sociais e Individuais Indisponíveis de Santa Rita, através da promotora Anita Bethânia Silva da Rocha, instaurou Inquérito Civil Público para apurar as condições de acessibilidade de…