Por pbagora.com.br

Um pedido de vistas proposto pelo juiz Carlos Neves, na tarde desta sexta-feira (24), adiou a conclusão do julgamento da solicitação da ex-vereadora Nadja Palitot para sair do PSB.

Antes do pedido de vistas, quatro juizes já haviam votado. De acordo com as justificativas expostas, a resolução do TSE prevê que apenas pessoas com mandato eletivo têm direito a serem julgadas pela lei de infidelidade partidária, os suplentes não estariam inseridos.

O juiz Carlos Sarmento, que é relator do processo, destacou que a questão em júri é externa e deve ser resolvida no âmbito do PSB.

Faltam votar Carlos Neves e Nilo Ramalho. O tribunal volta a se reunir na próxima segunda-feira e retomar a pauta.

PB Agora

 

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Taxa de ocupação de leitos covid no Sertão salta de 40% para 74% em cinco dias

A taxa de ocupação de leitos covid voltou a subir no Sertão da Paraíba. De acordo com o último boletim epidemiológico emitido nesta terça-feira (19) pela Secretaria de Estado da…

“Junho ou julho”: secretário de Saúde da Paraíba prevê vacinação de grupo não prioritário

Com base no Programa Nacional de Imunizações (PNI), o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, acredita que as pessoas que não integram os grupos denominados prioritários só deverão ser…