Neste domingo (2) acontece o lançamento municipal do ‘Movimento 65’ na cidade de Bayeux

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e o Partido dos Trabalhadores (PT) vão caminhar unidos nas eleições municipais deste ano na cidade de João Pessoa. Além de manter a aliança, as duas legendas já iniciaram o trabalho de organizar e ampliar o chamado “campo democrático e popular” no município, junto aos movimentos sociais e sindicais.

O próximo passo será o de fomentar e organizar a realização de um fórum na capital paraibana com o objetivo de avaliar e traçar estratégias em relação aos problemas específicos da cidade de João Pessoa. “A finalidade será o de identificarmos esses problemas e, ao mesmo tempo, encontrarmos, a partir do diálogo com a sociedade, as propostas que irão melhorar a qualidade de vida da população pessoense”, adianta o presidente municipal do PCdoB em João Pessoa, Jonildo Cavalcanti. A data do fórum ainda será definida.

A oficialização da permanência da aliança PCdoB-PT ocorreu na sexta-feira (31), em um encontro que contou com a participação das direções executivas municipais das duas agremiações partidárias, que ao final aprovaram as duas principais diretrizes de ampliar a organização do “campo democrático e popular” na cidade e a realização do fórum.

“Há esta necessidade de união dos partidos do campo democrático e popular para barramos o avanço da extrema direita e de seu ideário neofascista”, justifica Jonildo, ressaltando que na reunião conjunta dos dois partidos foi observada a realidade das políticas públicas no município de João Pessoa, “sobretudo num cenário de crescimento da pobreza, dos altos índices de desemprego e do avanço da precarização do trabalho e da renda dos mais pobres”.

A união das duas legendas, até agora, deixou o PSB de fora. O partido girassol, que era tido como franco favorito, entrou numa maré de azar no início do ano desde os desdobramentos da Operação Calvário

No final do encontro, PCdoB e PT emitiram uma nota oficial acerca da aliança:

Os partidos políticos PT e PCdoB reuniram-se, nesta sexta-feira (31/01), para debater a conjuntura política, social e econômica da cidade e do país, traçando estratégias para a agenda eleitoral de 2020. A manutenção do Campo Democrático e Popular e a realização de um Fórum para discutir a cidade de João Pessoa foram as principais decisões tomadas neste primeiro encontro.

Na pauta dos dois partidos estão as preocupações com o agravamento do cenário de crise que assola o país e as consequências, consideradas desastrosas, das políticas implementadas pelo Governo Bolsonaro, sobretudo nos municípios do nordeste, especialmente na cidade de João Pessoa.

Na reunião, o PT e o PCdoB discutiram a necessidade da união dos partidos do Campo Democrático e Popular com a finalidade de barrar o avanço da Extrema Direita e de seu ideário neofascista. Os dois partidos também refletiram sobre a realidade das políticas públicas no município de João Pessoa, sobretudo num cenário de crescimento da pobreza, dos altos índices de desemprego e do avanço da precarização do trabalho e da renda dos mais pobres.

João Pessoa, 31 de janeiro de 2020.

‘Movimento 65’ em Bayeux

O PCdoB está desenvolvendo o ‘Movimento 65’, que reforça a identidade do Partido Comunista do Brasil para as eleições de 2020. O ‘Movimento 65’ foi lançado em reunião da direção nacional no início de dezembro do ano passado.

Neste domingo (2) acontece o lançamento municipal do ‘Movimento 65’ na cidade de Bayeux, localizada na Região Metropolitana de João Pessoa. O evento tem início às 8h no Restaurante Sal & Pedra, à Avenida Liberdade, 2487, no Bairro do Sesi.

O ‘Movimento 65’ se direciona a acolher filiações democráticas de lideranças de feições políticas e ideológicas amplas e comprometidas com uma plataforma patriótica, democrática e progressista para as cidades e o país.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PSOL trata retomada dos transportes em JP como ‘tragédia anunciada’

A retomada dos transportes públicos em João Pessoa, Capital da Paraíba, ocorrida ontem, segunda-feira (06) foi classificada pelo presidente estadual do PSOL na Paraíba, Tárcio Teixeira, como ‘uma tragédia anunciada’.…

TSE é consultado sobre benefício a candidaturas barradas pela Ficha Limpa

Célio Studart quer esclarecer se candidatos condenados em 2012 e que estariam inelegíveis em outubro podem se beneficiar de alteração da data das eleições municipais O deputado federal Célio Studart…