O Tribunal de Contas da Paraíba, reunido no mês de agosto deste ano, aprovou, à unanimidade, requerimento do conselheiro Nominando Diniz, relator das contas de 2017 da Prefeitura de João Pessoa, para uma Auditoria de Receitas e Despesas na Superintendência de Transporte e Trânsito do Município (Semob). Somente no primeiro semestre deste ano, a SEMOB multou 67.000 condutores de veículos. Mas segundo o novo superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito, Regional Paraíba (Dnit-PB), Francisco Pereira de Lacerda Filho, empossado ontem, a quantidade de redutores nas estradas ainda é insuficiente e anunciou a instalação de 110 novos equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade.

Os novos equipamentos serão colocados nas BRs 101, 104, 110, 116, 230, 361, 405, 412, 426, 427 e 434, dos 1.270 km da malha rodoviária federal que corta o Estado. O objetivo é adequar a rodovia ao tráfego e atender aos aspectos de mobilidade urbana, objetivando melhorar o nível de serviço da rodovia para seus usuários, tanto no aspecto de infraestrutura rodoviária quanto de mobilidade urbana. “Diariamente convivemos com fatos tristes em nossas rodovias ocasionadas por acidentes de trânsito, o que, em muitos dos casos, se trata de um prejuízo na parte financeira da União. São acidentes motivados pelo uso indevido do alcoolismo e da imprudência de certos condutores, sendo, necessário, medidas urgências para tentar evitar essa triste realidade”, afirmou o recém-empossado superintendente do Dnit-PB.

Em alguns locais onde serão instalados os 110 novos equipamentos de fiscalização eletrônica, a velocidade máxima permitida não poderá ultrapassar os 50 quilômetros, outros, no entanto, ainda estão a definir, como é o caso do km 131,3, da BR-230, que tem como referência a Curva da Benedita, na cidade de Campina Grande.

Outro local que também terá um novo equipamento de fiscalização eletrônica de velocidade, cuja quilometragem ainda será definida é o Viaduto do Geisel, em João Pessoa, no seu km 25, também da BR 230.

Os 110 novos equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade a serem instalados em breve na Paraíba serão somados aos 75 equipamentos já instalados e operando nas rodovias federais do Estado, sendo estes, 32 radares fixos e 43 barreiras eletrônicas.


Redação com Dnit

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Solar de Tambaú emite nota e responsabiliza política de Angola por denúncias na PB

A assessoria de Comunicação do Solar de Tambaú, empreendimento de luxo situado na orla de Tambaú e que foi alvo de denúncias sobre construção realizada através de desvio de recursos…

Azevêdo apresenta à entidades novo projeto de habitação popular

O governador João Azevêdo se reuniu, nesta terça-feira (21), na Granja Santana, em João Pessoa, com representantes do Fórum Estadual de Reforma Urbana da Paraíba, ocasião em que apresentou o…