A Paraíba o tempo todo  |

PB tem 3,5 mil investigações envolvendo exploração da mão de obra infantil

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Hoje, é Dia da Infância. Dia de brincadeira e alegria. Mas quantas crianças no Brasil e no mundo inteiro têm a infância roubada? Não é possível ter um número preciso, mas há dados que preocupam: 15,6 mil crianças e adolescentes tiveram a ‘infância roubada’ por acidentes de trabalho no País.

O total corresponde apenas ao “número registrado” de acidentes, envolvendo menores de 18 anos (entre 2012 e 2017), segundo o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, do MPT e da OIT. A maioria das vítimas (72%) é do sexo masculino.

As vítimas sofreram ferimentos graves, como mutilação de mão, trabalhando em fábricas, pedreiras, feiras livres, lixões e outras áreas. No País, o Ministério Público do Trabalho tem atualmente 3,5 mil investigações envolvendo exploração do trabalho de crianças e adolescentes, segundo dados do sistema digital do MPT, atualizados ontem.

A Paraíba aparece como o 12º Estado no ranking nacional com maior número de procedimentos ativos em 2018.

“Infelizmente, não é prioridade do governo brasileiro e nem dos governantes estaduais a erradicação do trabalho infantil-juvenil. As políticas públicas são parcas e ineficazes. A educação é sofrível, e a assistência social às famílias abaixo da linha da pobreza é quase inexistente. O resultado do desmando é crianças sendo explorados às vistas das as autoridades”, lamentou o procurador Eduardo Varandas, representante adjunto da Coordinfância/MPT-PB.

 

PB Agora

Foto: arquivo Agência Brasil 

Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe