Por pbagora.com.br

O deputado estadual Janduhy Carneiro (PTN) sugeriu na manhã desta terça-feira, 24, que a Assembleia Legislativa da Paraíba solicite uma audiência ao ministro da Integração Nacional e que a bancada federal, composta pelos deputados e senadores paraibanos, solicite uma audiência com a presidente da República, Dilma Rousseff, para que a continuidade das obras de transposição do rio São Francisco fique sob a responsabilidade do Exército Brasileiro.

“Nossa preocupação é que algumas daquelas empresas que estão envolvidas no escândalo de corrupção e propinas, descoberto durante a Operação Lava Jato, estão responsáveis pela execução das obras de transposição do rio São Francisco e a qualquer momento elas podem suspender os trabalhos. Desde 2012 que defendo a tese de que essas obras sejam comandadas pelos Grupamentos de Engenharia e Construção do Exército Brasileiro”, defendeu o deputado.

Janduhy Carneiro acredita que com a presença do Exército na execução das obras o trabalho terá celeridade. “Com certeza, com a presença do Exército nestas obras, não haverá mais questões burocráticas envolvendo empresas envolvidas em escândalos, a exemplo do Petrolão. É necessário que o Governo Federal toma providências urgentes para que as obras de transposição do São Francisco sejam executadas de forma mais rápida e avencem cada vez mais”, acrescentou.

Ele alertou que as placas colocadas no canal estão levando sol diariamente e a qualquer momento podem trincar, causando um prejuízo enorme. “Sem água as placas tendem a trincar, por este e outros motivos e necessário que haja celeridade na execução dos serviços. O Governo Federal precisa estar atento à esta questão”, lembrou Janduhy.

O deputado faz parte da Frente Parlamentar da Água, da Assembleia Legislativa da Paraíba, que na última sexta-feira (20) inspecionou as obras da Transposição de Águas do Rio São Francisco no município de São José de Piranhas, numa extensão de 20 quilômetros. “Fomos ver de perto as obras do canal e constatamos os túneis Cuncas I, que vêm de Mauriti, no Ceará, com 14 quilômetros, de extensão, sendo o maior túnel da América Latina, e o Cuncas II que tem quatro quilômetros de extensão, além das barragens”, disse o deputado.
A obra – O lote 7 da transposição de águas do São Francisco no território paraibano compreende o túnel Cuncas II, barragens e canal. Essa obra no Estado tem investimentos totais de R$ 650 milhões, emprega 1.880 operários e utiliza centenas de máquinas pesadas além de 360 caçambas. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos em novembro deste ano. A barragem Boa Vista tem parede com 880 metros de extensão e 56 metros de altura e capacidade para acumular 215 milhões de metros cúbicos de água.

Ações emergenciais – O deputado Janduhy Carneiro lembrou que a crise hídrica é um fato e já atinge a maioria das regiões do estado da Paraíba, sendo necessária a execução de ações emergenciais para minimizar o sofrimento da população. “Procuramos o secretário de Estado, João Azevedo, responsável pela pasta de Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, para mostrar algumas situações que necessitam de soluções em caráter emergencial, a exemplo da escavação de um poço amazonas no município de Jericó, no açude Carneiro, onde a população daquela região tem água por apenas 12 horas e passa 36 horas sem o abastecimento de água”, disse o deputado.

Em Cajazeiras a situação é muito preocupante, pois três açudes já entraram em colapso total, Triunfo, Carrapateira e São João do Rio do Peixe, o de Monte Horebe só tem água por mais quatro meses. “Em Cajazeiras, nós fomos visitar o Açude Engenheiros Ávido e constatamos que quando se abrem as torneiras a água tem um mal cheiro”, relatou Janduhy.

Em Sousa a situação não é diferente e o deputado diz que solicitou ao secretário João Azevedo que seja concluída a obra da adutora do Pintado. “Fizemos um apelo ao secretário para que seja concluída a obra do Açude de Pintado. Faltam apenas dois quilômetros da estação de tratamento de água à distribuição da água. O secretário nos informou que estão faltando uns tubos de PVC e que dentro de 60 dias a obra será concluída”, revelou Janduhy.

Suprapartidarismo – Finalizando, o deputado Janduhy Carneiro, que é vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa, lembrou que a hora não é de discussão política partidária, mas sim de união para lutar por uma população que há décadas vive à mercê da estiagem. Ele convocou todos os deputados a visitarem os órgãos competentes em busca de soluções. Na semana passada o parlamentar visitou o presidente da Cagepa e na tarde de ontem esteve na Secretaria de Recursos Hídricos com a finalidade de buscar soluções para algumas regiões da Paraíba.

Janduhy lembrou que na próxima sexta-feira, 27, e no sábado, 28, a frente Parlamentar das Águas realizará audiências públicas no município de Monteiro e de Pombal e Catolé do Rocha.



Redação com Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João apresenta veículos refrigerados que farão transporte da vacina

O governador da Paraíba, João Azevêdo, usou seu perfil numa rede social para apresentar aos paraibanos os veículos refrigerados adquiridos pelo Governo do Estado e que farão o transporta da…

PB inicia hoje inscrições para contratação de médicos em caráter emergencial

A Secretaria de Estado da Saúde publicou, no Diário Oficial do Estado (SES) deste sábado (16), edital para compor temporariamente o quadro de profissionais médico em caráter emergencial para atuarem…