A Paraíba o tempo todo  |

Pinto do Acordeon se torna Patrimônio Cultural do Brasil

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O cantor e compositor Pinto do Acordeon agora é Patrimônio Cultural do Brasil. O paraibano será homenageado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a primeira-dama Michele na próxima terça-feira (1º) . A informação foi divulgada pelo filho do cantor, Mô Lima, em postagem nas redes sociais.

O paraibano compôs uma música para Bolsonaro durante a campanha eleitoral, que iria cantar na posse do presidente, mas a apresentação foi cancelada por questões de segurança.

Pinto nasceu no município de Conceição, no Vale do Piancó paraibano, mas se mudou para Patos na década de 60. Pinto teve suas músicas gravadas por diversos artistas, como Dominguinhos, Elba Ramalho, Fagner e Genival Lacerda. Entre seus grandes sucessos está a música “Neném mulher”, tema da novela Tieta, da Rede Globo.

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      24
      Compartilhe