Por pbagora.com.br

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza diariamente a distribuição de medicamentos especializados – ou de alto custo – para a população. Até o mês de setembro, o Estado realizou um investimento de R$ 50 milhões para atender a população cadastrada no Centro Especializado de Dispensação de Medicamentos Excepcionais – Cedmex. Outros R$ 35 milhões também foram investidos em medicamentos extra-SUS, totalizando R$ 85 milhões em medicamentos para pacientes crônicos e portadores de doenças raras.

Nos últimos nove meses, o Estado já atendeu 279.500 pacientes cadastrados no Cedmex. Desde a implantação em 1993, o programa teve uma larga ampliação na cobertura de remédios e apresentações de princípios ativos que são distribuídos. “O projeto, hoje consolidado, iniciou com apenas cinco medicamentos, anteriormente chamados de alto custo, em seguida excepcionais e hoje especializados. Trabalhamos atualmente com 267 apresentações farmacêuticas para diversos tipos de agravos”, explica a diretora do Cedmex, Gilcelia Ribera.

De acordo com a diretora, ocorre um aumento de 12% de aumento de números de atendimentos por ano no Cedmex. Os pacientes têm acesso por meio do encaminhamento especializado de uma unidade do Sistema Único de Saúde (SUS). “Geralmente são pacientes portadores de doenças crônicas e raras, as quais requerem um monitoramento do tratamento através de realização de exames periódicos e da renovação dos laudos, para prosseguir o tratamento”, ressalta Gilcélia.

Desde o ano passado, o Cedmex passou a descentralizar as unidades de distribuição, junto aos municípios, para que os pacientes tenham o acesso mais rápido ao tratamento, como já foi realizado em Santa Rita, Sapé e Mari. Nos demais municípios paraibanos o resgate de medicamentos é realizado nas Gerências Regionais de Saúde. São mais de 20 unidades para atender aos usuários cadastrados.

No site https://portaldacidadania.pb.gov.br/ o cidadão pode ter acesso às informações da lista de medicamentos ofertados, o tipo de medicação para cada enfermidade, endereços das unidades para recebimento e também orientações de saúde.

 

Redação com Secom/PB

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Promotoria cobra implementação de políticas públicas que garantam moradia, em JP

O Ministério Público da Paraíba está cobrando do poder público a implementação de políticas que garantam moradia às pessoas em situação de rua e aquelas que vivem em vulnerabilidade social,…

Quatro bairros de João Pessoa ficam sem água nesta sexta-feira

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) vai precisar interromper o abastecimento de água nesta sexta-feira (25), das 7h às 21h, em cinco bairros de João Pessoa: Polo…