A Paraíba o tempo todo  |

Paraíba contabiliza média de mais de um transplante a cada 24 horas no mês de fevereiro

Foto: Secom

No mês de fevereiro, a Paraíba contabilizou seis doadores de órgãos efetivos e a realização de 31 transplantes. Do total, foram 18 de córneas, oito de rins e cinco de fígado. Em 2021, no mesmo período, não teve nenhum doador efetivo no estado, e foram registrados apenas 10 transplantes de córneas e um de medula.

“O desempenho que a Paraíba tem alcançado no quesito doação e transplante de órgãos nunca foi visto no estado e isso reflete o amadurecimento da população a respeito do assunto, que está mais consciente que doar órgãos é salvar vidas,” ressalta o secretário de estado da Saúde, Geraldo Medeiros.

A última doação do mês de fevereiro aconteceu no final da noite desse domingo (27), no Hospital de Trauma, em Campina Grande. O doador foi um homem de 39 anos, vítima de um derrame cerebral. Ele passou seis dias internado até ter o diagnóstico de morte encefálica confirmado por meio de rigorosos exames realizados pela equipe médica. O passo a passo do protocolo foi acompanhado de perto pelos profissionais da Central de Transplantes, que fez a identificação dos receptores compatíveis.

Foi beneficiado com o fígado um homem de 64 anos, do estado de Pernambuco. Outras duas pernambucanas foram as contempladas com os rins. Receberam os órgãos, uma mulher de 36 anos e outra de 40 anos. As córneas foram encaminhadas para o Banco de Olhos, e serão utilizadas em cirurgias nos próximos dias.

Ainda permanecem na fila de espera por um órgão ou tecido 510 paraibanos, sendo 309 esperando por uma córnea, 4 por um coração, 12 por um fígado e 185 por um rim.

“O trabalho feito pela Central de Transplantes não para um só dia. Nós trabalhamos incessantemente para cada um que aguarda a doação de um órgão ou tecido, com a esperança de ver a vida mudar para melhor”, afirma a chefe do Núcleo de Ações Estratégicas da Central Estadual de Transplantes, Rafaela Carvalho.

 

Secom-PB

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe