Diante da informação de que o procurador da República Bruno Barros, do Ministério Público Federal em Campina Grande, não poderá participar da solenidade agendada para esta terça-feira, 30, de definição das casas do Conjunto Aluízio Campos para os futuros mutuários, o prefeito Romero Rodrigues decidiu adiar o evento para a próxima quinta-feira, 1º de agosto, nos mesmos horário e local.

De acordo com Romero Rodrigues, como um parceiro extremamente importante, em todas as etapas para a escolha dos futuros mutuários do Conjunto Aluízio Campos, o MPF em Campina Grande é um convidado imprescindível no evento que definirá a ocupação de cada uma das 4.100 unidades habitacionais do “Aluízio Campos”, mantendo o padrão de transparência que marca todo o processo.

O sorteio, portanto, será realizado às 9h desta quinta-feira, 1, na pirâmide do Parque do Povo, com transmissão online pelo portal da Prefeitura de Campina Grande (www.campinagrande.pb.gov.br) e redes sociais oficiais.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB confirma primeira morte por Covid-19; paciente de Patos estava internado em JP

Secretaria de Estado da Saúde (SES) comunicou, na tarde desta terça-feira (31), o primeiro óbito confirmado por coronavírus (Covid-19) na Paraíba. Trata-se de um homem de 36 anos, com diabetes,…

Vigilância sanitária interdita fábrica clandestina de álcool em gel em CG

No início da tarde desta quarta-feira (1º) a Vigilância Sanitária em ação conjunta com o Procon-CG, Polícia Militar e outros órgãos interditou uma fábrica clandestina de álcool gel em Campina…