O Governo da Paraíba adquiriu 200 mil testes rápidos da Covid-19 para realizar o diagnóstico da doença em todo o estado. No entanto, o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, para que sejam feitos os exames, o paciente precisa apresentar pelo menos dez dias de sintomas gripais.

De acordo com o secretário, aproximadamente dez mil testes rápidos já foram distribuídos por todas as 16 gerências estaduais. Inicialmente, afirmou o secretário, os servidores da saúde e da segurança terão prioridade na realização do exame. “O critério da utilização do teste rápido é bem claro: a partir do décimo dia dos sintomas respiratórios, aí sim é feito o teste rápido. Não adianta fazer o teste rápido quando não es está dentro desse período”, explicou.

Geraldo Medeiros recomendou ainda que em casos de sintomas gripais, como tosse, coriza, dor de cabeça e febre o paciente fique recolhido em sua residência durante 14 dias. Segundo ele, o teste rápido com foco nas categorias de saúde e segurança proporciona um tratamento mais ágil a esses profissionais. “Esses testes propiciam aos servidores da saúde e da segurança o retorno mais rápido ao trabalho, pois, a partir do momento que o teste feito resulta em negativo, essas pessoas podem retornar às atividades, já que não se trata de coronavírus”, declarou o Medeiros.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Usina Energisa indica produções paraibanas para conferir na internet

A Paraíba é um grande celeiro cultural, repleto de profissionais talentosos. Por isso, mesmo com as atividades pausadas temporariamente, a Usina Energisa incentiva o consumo da cultura local sugerindo materiais…

Hipótese de lockdown faz prefeitos da grande JP divergirem

A possibilidade de decreto de lockdown, ou bloqueio total nas cidades da Grande João Pessoa fez os gestores das cidades de Cabedelo e Bayeux divergirem. Para o gestor de Cabedelo,…