O secretário de Saúde, médico Geraldo Medeiros, detalhou na tarde desta quinta-feira (02), durante entrevista a uma emissora de rádio de João Pessoa, as mudanças que ocorrerão na Saúde até abril deste ano, prazo que ele acredita que a PB Saúde seja implantada no estado.

De acordo com Geraldo, tanto ele quanto o governo tem priorizado o diálogo e bom senso nessa transição, tanto que o imbróglio envolvendo médicos de uma cooperativa que atua no Trauma de João Pessoa teria rapidamente sido revertido.

Medeiros afirma ainda a PB Saúde trará um benefício muito grande para a população.

“A princípio a tônica desse governo e minha enquanto secretário é o diálogo e o bom senso. Então em um curto espaço de 24h conseguimos dialogar, houve bom senso das duas partes e os médicos retornaram. Da mesma forma nós vamos procurar conduzir os demais médicos celetistas. Esse é o modelo que a secretaria estadual procura manter com todos os servidores. A população pode ficar tranquila porque a assistência a população é uma prioridade. Então nós não acreditamos que haja uma paralisação porque os médicos tem a consciência de que o governo está procurando dentro do diálogo e do bom senso manter a continuidade até abril quando a fundação assumirá  a gestão das unidades de saúde inclusive trazendo um benefício muito grande” declarou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MP alerta municípios da PB sobre jornada de trabalho de conselheiros tutelares

Promotores de Justiça que atuam na área da infância e adolescência em todo o Estado estão recomendando aos novos conselheiros tutelares, que assumiram as funções este ano, que cumpram a…

Incêndio atinge casa e duas mulheres são socorridas, em Bayeux

Um incêndio atingiu uma casa e duas mulheres ficaram feridas e socorridas, em Bayeux, na Grande João Pessoa. A casa localizada na rua Treze de Maio, era muito pequena e…