Por pbagora.com.br

O secretário de Saúde, médico Geraldo Medeiros, detalhou na tarde desta quinta-feira (02), durante entrevista a uma emissora de rádio de João Pessoa, as mudanças que ocorrerão na Saúde até abril deste ano, prazo que ele acredita que a PB Saúde seja implantada no estado.

De acordo com Geraldo, tanto ele quanto o governo tem priorizado o diálogo e bom senso nessa transição, tanto que o imbróglio envolvendo médicos de uma cooperativa que atua no Trauma de João Pessoa teria rapidamente sido revertido.

Medeiros afirma ainda a PB Saúde trará um benefício muito grande para a população.

“A princípio a tônica desse governo e minha enquanto secretário é o diálogo e o bom senso. Então em um curto espaço de 24h conseguimos dialogar, houve bom senso das duas partes e os médicos retornaram. Da mesma forma nós vamos procurar conduzir os demais médicos celetistas. Esse é o modelo que a secretaria estadual procura manter com todos os servidores. A população pode ficar tranquila porque a assistência a população é uma prioridade. Então nós não acreditamos que haja uma paralisação porque os médicos tem a consciência de que o governo está procurando dentro do diálogo e do bom senso manter a continuidade até abril quando a fundação assumirá  a gestão das unidades de saúde inclusive trazendo um benefício muito grande” declarou.

PB Agora

Notícias relacionadas

Semob-JP vai sinalizar trecho do Bessa para prática de esportes e lazer

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) vai transformar o trecho da Avenida Arthur Monteiro de Paiva, entre os cruzamentos com as ruas Hortência Osterne Carneiro e Maria da Penha…

Estado deve indenizar homem que passou seis meses preso indevidamente na PB

Estado deve indenizar homem que passou seis meses preso indevidamente A Quarta Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba deu provimento parcial à Apelação Cível nº 0800800-85.2017.8.15.0331, oriunda da…