Depois que o primeiro pedido de impeachment contra o governador João Azevêdo (Cidadania) e a vice Lígia Feliciano (PDT) foi arquivado, a oposição voltou a se reunir na Assembleia Legislativa da Paraíba e decidiu reeditar a solicitação.

Segundo o  deputado estadual Wallber Virgolino (Patriotas), o novo pedido de traz as  correções dos erros apontados no parecer da Procuradoria da Assembleia, no pedido anterior

“Renovamos o pedido. Suprimos as falhas, juntamos mais de mil documentos, porque a Lei do Impeachment diz que quando não se pode juntar, você indica o lugar onde os documentos estão. Esse reconhecimento de firma é burocracia desnecessária, só exige quando há uma fundada dúvida. Mas para evitar mais celeumas juntamos tudo e que a Casa encaminhe para as comissões necessárias para vir para plenário”, contou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais serviços do Detran-PB voltam a funcionar a partir de hoje; saiba quais

A partir de hoje (6), são retomados os serviços das clínicas médicas e psicológicas credenciadas ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) da Paraíba. Serão reabertos os atendimentos para exames de…

João anuncia retomada de mais de 200 obras suspensas na pandemia

Embora esteja concentrado em conter o avanço do novo coronavírus, o governador João Azevêdo (Cidadania) anuncia nesta segunda-feira (6), o plano de retomada de mais de 200 obras no Estado.…