Por Wellington Farias

Esse procurador Eduardo Varandas é o cão chupando manga, como a gente diz lá pras bandas de Serraria – a minha Macondo – quando nos referimos às pessoas que não dormem em serviço, corajosas e eternas vigilantes do interesse da sociedade.

Tem gente que acha ele “um cri-cri, que se mete em tudo”. Curioso é que a maioria destes – pobres desinformados – é gente que não se dá conta de que o cri-cri do procurador Varandas apenas busca resguardar o direito da sociedade e, portanto, dela também.

Intimando
Vamos ao que interessa: pois não é que, por “implicância” do doutor Varandas (dedução minha), o Ministério do Público do Trabalho (MPT) já intimou o secretário de Saúde do Município de João Pessoa, Fábio Rocha, para que se manifeste sobre “eventuais distorções na execução do plano de vacinação contra a Covid-19 na Capital”, conforme notícia do www.pbagora.com.br?!

Na sequência das providências, caberá ao procurador Varandas averiguar se as diretrizes nacionais foram desobedecidas pelo município ou outros organismos, quanto à vacinação de profissionais que eventualmente não estão na linha de frente no  combate à pandemia.

De acordo com o www.pbagora.com.br, sobre o assunto “há denúncias inclusive de vacinação de terceiros, alheios à área de saúde, e de funcionários de setores financeiros e recursos humanos de hospitais locais.”

No mesmo despacho, o doutor Varandas determinou a oitiva da direção do Hospital Nossa Senhora das Neves e do Hospital Universitário Lauro Wanderley a fim de averiguar a procedência das denúncias que incluem imunização de pessoas alheias aos quadros das equipes sanitárias da linha de frente.

É por aí…
O Ministério Público do Trabalho está certíssimo. Tem que estar vigilante e agir contra essas criaturas irresponsáveis que autorizam que parentes, amigos e correligionários avancem sobre a fila de espera da vacinação.

Por favor, não confundir com o caso do prefeito Verissinho, de Pombal, que – sozinho – avançou a fila, como autoridade e liderança política, para dar exemplo.

Só observando
O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) anda calado demais. Afeito às lutas, aos embates e que cresce muito nos conflitos, RC deve estar impaciente com essa calmaria toda.

Pessoas próximas a ele dizem que o ex-governador está esperando baixar a poeira das eleições e das posses. Enquanto isso, mantém-se conectado aos fatos.

E à tomada, também, para recarregar as baterias…

Do contra, sempre!

O véi de Serraria anda doido por uma entrevista.

Eu adoro sair da zona de conforto, da onda, da moda e da mesmice.
Adoro os eventuais “leprosos”, “exilados”, “proscritos” e “rejeitados”.
Quando eles falam, a locomotiva anda. Têm o que dizer, ao contrário dos
chamados “arroz de festa”, que não tem sustança sem sabor.

E meu Zap Zap é 83.996304805…

Por Wellington Farias

Notícias relacionadas

Associação dos motoristas de aplicativo da PB sinaliza paralisação

Motoristas de aplicativo estão indignados contra o aumento do preço da gasolina em João Pessoa. Após cinco reajustes apenas em 2021, o último aumento nas refinarias começou a valer a…

Covid-19: Atacadão é interditado por descumprir horário de fechamento

Uma fiscalização realizada na noite deste sábado (6) resultou no fechamento do supermercado Atacadão, em João Pessoa. O estabelecimento foi interditado porque descumpriu pela segunda vez o horário limite para…