O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), por meio da Operação Lei Seca, notificou 118 motoristas por dirigir sob efeito de álcool, durante o mês de novembro de 2019. Os números foram divulgados, nesta segunda-feira (2), pela Coordenação de Policiamento e Fiscalização do órgão.

Ao todo, foram realizados 1.275 testes de bafômetro neste mês, o que resultou na apreensão de 101 carteiras de habilitação (CNHs) e na remoção de 35 veículos aos pátios do órgão. A operação ainda autuou em flagrante 99 condutores pela prática de outras infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Segundo o coordenador de Policiamento e da Lei Seca, major Edmilson Castro, “a ação da Operação Lei Seca tem como objetivo prevenir acidentes, a fim de evitar novas vítimas no trânsito, mesmo assim, muitos motoristas ainda insistem em desobedecer às leis de trânsito, mas os agentes, com o apoio da Polícia Militar, estão empenhados para que vidas sejam preservadas no trânsito do nosso estado”, afirmou.

O CTB prevê que os condutores de veículos flagrados sob efeito de álcool estão sujeitos à multa no valor de R$ 2.934,70, além de responder a processo administrativo de cassação da CNH por um ano. Em caso de reincidência, será cobrado o dobro do valor da multa e o condutor responderá pela cassação da CNH pelo período de dois anos.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-prefeito Triunfo, João Coragem, morre vítima de câncer

O ex-prefeito da cidade de Triunfo, João Coragem, faleceu na manhã desta segunda-feira (30) em um dos hospitais de João Pessoa. As informações dão conta de que ele lutava contra…

“Somente a PB e mais dois estados tomaram medidas precoces” diz Geraldo Medeiros

O secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros ressaltou que não há qualquer intenção por parte do estado de subnotificar casos confirmados ou mortes que possam ocorrer por conta do…