O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), por meio da Operação Lei Seca, notificou 118 motoristas por dirigir sob efeito de álcool, durante o mês de novembro de 2019. Os números foram divulgados, nesta segunda-feira (2), pela Coordenação de Policiamento e Fiscalização do órgão.

Ao todo, foram realizados 1.275 testes de bafômetro neste mês, o que resultou na apreensão de 101 carteiras de habilitação (CNHs) e na remoção de 35 veículos aos pátios do órgão. A operação ainda autuou em flagrante 99 condutores pela prática de outras infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Segundo o coordenador de Policiamento e da Lei Seca, major Edmilson Castro, “a ação da Operação Lei Seca tem como objetivo prevenir acidentes, a fim de evitar novas vítimas no trânsito, mesmo assim, muitos motoristas ainda insistem em desobedecer às leis de trânsito, mas os agentes, com o apoio da Polícia Militar, estão empenhados para que vidas sejam preservadas no trânsito do nosso estado”, afirmou.

O CTB prevê que os condutores de veículos flagrados sob efeito de álcool estão sujeitos à multa no valor de R$ 2.934,70, além de responder a processo administrativo de cassação da CNH por um ano. Em caso de reincidência, será cobrado o dobro do valor da multa e o condutor responderá pela cassação da CNH pelo período de dois anos.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino cumprirá integralmente decisão que suspendeu votação da previdência

Após o imbróglio e divergências que estão rondando a análise e posterior votação da reforma da previdência estadual na ALPB, a Justiça determinou, baseada em um pedido do deputado Raniery…

CMJP homenageia 104 anos de existência do Esporte Clube Cabo Branco

Os 104 anos do Esporte Clube Cabo Branco foram comemorados, na tarde desta quarta-feira (11), durante sessão especial realizada na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). A propositura foi do…